• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

Terceira parcela do auxílio de R$ 600 começa a ser depositada neste sábado (27)

Com atraso, governo divulga calendários de depósitos e saques da terceira parcela do auxílio emergencial. E mais, uma vez, bloqueia saques durante mais de 20 dias

Publicado: 26 Junho, 2020 - 10h23 | Última modificação: 26 Junho, 2020 - 10h45

Escrito por: Marize Muniz

Dolphin di Luna
notice

Depois de mais de um mês de atraso, o governo publicou, nesta sexta-feira (26), no Diário Oficial da União (DOU), o calendário de depósitos e saques da 3ª parcela do auxílio emergencial de R$ 600,00 (R$ 1.200 para mães chefes de família) para o grupo de 50,5 milhões de trabalhadores informais que recebeu a primeira parcela até 30 de abril. Esses trabalhadores se  inscreveram para pedir o benefício no aplicativo ou site da Caixa, ou que já estavam no Cadastro Único (CadÚnico) do governo federal, mas não são beneficiários do Programa Bolsa Família.

Os depósitos começam a ser feitos neste sábado (27) nas poupanças sociais digitais abertas pela Caixa, mesmo para aqueles que indicaram contas quando fizeram cadastros, para aos nascidos em janeiro. Os últimos depósitos serão feitos no dia 4 de julho, para os nascidos em dezembro.

Mas o dinheiro só poderá começar a ser sacado a partir de 18 de julho. No período em que o dinheiro ficar bloqueado para saques, poderá ser usado para pagamento de boletos, contas ou compras online. Neste caso, os trabalhadores e trabalhadoras têm de baixar o aplicativo do Caixa Tem e o cartão de débito virtual. Confira o calendário no fim do texto.

Saiba como usar o cartão de débito virtual

A justificativa do governo para bloquear o saque, segundo o governo, é organizar o fluxo de pessoas em agências bancárias e evitar aglomeração. Mas, as notícias de falta de moedas estão circulando no país há pelo menos dois meses.

As três parcelas do emergencial foram aprovadas pelo Congresso Nacional em março para ajudar os informais, autônomos, microempreendedores individuais e desempregados no período de quarentena imposto para conter a disseminação do novo coronavírus (Covid-19) .

 Até agora, apenas os beneficiários do Bolsa Família com direito ao auxílio emergencial haviam recebido a 3ª parcela, seguindo o calendário de pagamentos do programa, conforme o número final do NIS. O pagamento comelou no dia 17 e termina na próxima terça-feira (30).

Nesta quinta-feira (25), o presidente Jair Bolsonaro (ex-PSL) disse em sua live semanal que pode pagar mais 3 parcelas do auxílio emergencial, mas o valor será menor, de R$ 500, R$ 400 e R$ 300, somando assim R$ 1.200 em três meses. A lei aprovada no Congresso previa a ampliação do benefício, mas sempre no valor de R$ 600. O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ) já disse que não está de acordo com a redução do valor do auxílio.

Confira os calendários de depósito e saques

Calendário dos depósitos do auxílio

Nascidos em janeiro/fevereiro: 27 de junho

Nascidos março/abril: 30 de junho

Nascidos em maio/junho: 1º de julho

Nascidos em julho/agosto: 2 de julho

Nascidos em setembro/outubro: 3 de julho

Nascidos em novembro/dezembro: 4 de julho

Calendário do saque em dinheiro       

Nascidos em janeiro: 18 de julho

Nascidos em fevereiro: 25 de julho

Nascidos em março: 1 de agosto

Nascidos em abril: 8 de agosto

Nascidos em maio: 15 de agosto

Nascidos em junho: 29 de agosto

Nascidos em julho: 1 de setembro

Nascidos em agosto: 8 de setembro

Nascidos em setembro: 10 de setembro

Nascidos em outubro: 12 de setembro

Nascidos em novembro: 15 de setembro

Nascidos em dezembro: 19 de setembro