• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

Brasil tem mais de 51,2 mil mortos por Covid-19 e OMS alerta: número pode ser maior

País tem mais casos confirmados da doença que Rússia e Índia juntos, ficando atrás apenas dos EUA em número de casos e mortos e números podem ser maiores por causa da subnotificação

Publicado: 23 Junho, 2020 - 12h14

Escrito por: Redação CUT

Edson Rimonatto/CUT
notice

Apesar de já ter registrado um número altíssimo de pessoas infectadas pelo novo coronavírus (1.106.470), mais do que Rússia e Índia juntos, os números da doença no Brasil estão sendo questionados. Podem ser maiores do que os que estão sendo divulgados.

É o que disse o diretor-executivo da Organização Mundial da Saúde (OMS), Michael Ryan, com base em dados do Imperial College. De acordo com o centro de pesquisa britânico, a análise das últimas semanas aponta uma subnotificação de casos de infecção por coronavírus no Brasil e um dos motivos é a ausência de testes em massa na população.

De acordo com o centro de pesquisa, o país registra 34% dos casos possíveis, ou seja, o número de pessoas infectadas pode ser o triplo do informado. Sobre a letalidade, eles afirmam que a taxa é de 1,38%. Isso significa que para cada morte relatada havia 72,5 pessoas infectadas.

A subnotificação apontada pela pesquisa foi confirmada na cidade de São Paulo, cujo estado é o epicentro da pandemia. Nesta terça-feira (23), resultados preliminares do inquérito sorológico da Prefeitura de São Paulo para descobrir quantas pessoas já foram contaminas pelo vírus mostra que pode chegar a 9,5%, ou seja, cerca de 1,2 milhão de pessoas podem já ter sido infectadas. São Paulo nesse caso ultrapassaria a Espanha e França juntas em número de casos confirmados do novo coronavírus.

De acordo com boletim divulgado nesta segunda-feira (22) pela Prefeitura de São Paulo, oficialmente, a cidade tem 118.708 casos e 6.422 vidas perdidas.

Curva seque em alta

O Brasil registrou nesta segunda-feira (22) 21.432 novos casos e 654 mortes nas últimas 24 horas. No total, o país tem 51.271 óbitos 1.106.470 pessoas contaminadas, segundo o balanço do Ministério da Saúde, que se encontra há mais de um mês sem ministro na pasta. 

O país tem mais casos confirmados da doença que Rússia e Índia juntos, o 3º e o 4º países com mais casos no mundo respectivamente, de acordo com dados compilados pela Universidade Johns Hopkins. O Brasil só fica atrás dos EUA em número de casos (2.313.445) e mortos (120.451).

Número de casos acelera no interior ´

De acordo com o jornal Folha de São Paulo,1 a cada 5 cidades brasileiras tem crescimento acelerado de casos do novo coronavírus. Apenas em 3% a disseminação da doença começa a cair.

No momento em que governadores e prefeitos de várias regiões do país começam a flexibilizar as medidas de isolamento social, das 27 capitais, 20 têm visto o número de novos registros aumentar com velocidade.

O estado de São Paulo é o que tem mais municípios em fase de aceleração, seguido do Ceará. Recife, que adotou o lockdown, é a única capital que está  na fase de desaceleração da doença. O Maranhão é o estado com mais municípios onde registros de novos casos começam a cair. São 42 cidades maranhenses, o que equivale a 20%.

Nesta segunda-feira (22), o governador do Maranhão Flávio Dino (PCdoB) anunciou a retomada de serviços que estavam paralisados por conta da pandemia. Academias voltam a funcionar nesta semana, bares e restaurantes serão reabertos no dia 29.

Rio de Janeiro, Belém, Manaus, Fortaleza e Boa Vista são as cinco capitais, além de São Luís, que estão em situação considerada estável, em que o ritmo de novos casos se mantém.

Paraná

Em Cianorte (Paraná), a 508 quilômetros da capital do estado Curitiba, a Justiça do Trabalho determinou que o frigorífico Avenorte Avícola, de Cianorte, no noroeste do Paraná, suspenda as atividades presencias de todos os trabalhadores por pelo menos 14 dias. Em caso de descumprimento, foi fixada multa de R$ 500 por trabalhador.

A decisão liminar foi tomada após ação civil pública ajuizada pelo Ministério Público do Trabalho (MPT).

De acordo com o Ministério Público, ocorreu um surto de contaminação do novo coronavírus no local. De 19 de maio a 9 de junho, 193 trabalhadores tiveram diagnóstico positivo para a Covid-19, “mais casos de Covid-19 no frigorifico do que o próprio município”.

Em reportagem do dia 5 de junho, o Portal CUT alertou que, por lucro, o abatedouro em Cianorte (PR) tinha mais casos de Covid que a própria cidade 

A cidade de Cianorte, cujo o prefeito Claudemir Bongiorno (MDB) é um dos sócios da empresa, foi uma das primeiras a reabrir o comércio no estado de Paraná.