• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

Trabalhador da CPFL tem 70% do corpo queimado após choque elétrico

Acidente gravíssimo aconteceu na Subestação de Americana, na tarde de quinta-feira (29). Vítima está hospitalizada

Publicado: 30 Julho, 2021 - 12h52

Escrito por: Sinergia

Reprodução
notice

Fruto da precarização do trabalho, da negligência e do descaso da empresa ou do acaso? Fato é que um trabalhador da CPFL está gravemente ferido, com 70% do seu corpo queimado e o acidente aconteceu durante o trabalho, no início da tarde de quinta-feira (29). Paulo Eduardo de Oliveira, de 41 anos, sofreu uma descarga elétrica dentro da Usina Hidrelétrica de Americana.

O choque que atingiu a vítima, segundo o Corpo de Bombeiros, foi de 69 mil volts. Ele foi socorrido ao Hospital de Americana e aguardava transferência para um hospital de queimados, em Campinas.

Desde que soube do terrível episódio, o Sinergia CUT está acompanhando o caso e entrou em contato com a empresa solicitando participação no GIAA (Grupo de Investigação e Análise de Acidentes).

“Estamos falando de um trágico acidente que vitimou um trabalhador da CPFL, que registrou lucros exorbitantes nesse último período e que tem precarizado as condições de trabalho em toda a empresa. Então, não vamos ficar inertes. Queremos saber as reais causas desse acidente, tomar as providências necessárias para evitar que haja novas vítimas. Basta!”,  afirma a direção do Sinergia CUT.