• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

TCU desmente Bolsonaro sobre número de mortes por Covid-19 no Brasil

Presidente mentiu quando falou aos apoiadores da porta do Alvorada dizendo que TCU tinha relatório que afirmava que 50% das mortes registradas não foram por Covid-19

Publicado: 08 Junho, 2021 - 10h36 | Última modificação: 08 Junho, 2021 - 10h41

Escrito por: Redação CUT

Agência PT
notice

No mesmo dia em que o presidente Jair Bolsonaro (ex-PSL) mentiu ao dizer que o Tribunal de Contas da União (TCU) tinha um relatório afirmando que metade das mortes por Covid-19 em 2020 não foi em consequência da doença, o Tribunal divulgou uma nota desmentindo a declaração do presidente.

Confira aqui a nota do TCU desmentindo o presidente.

Na manhã desta segunda-feira (7), ao sair do Palácio da Alvorada, Bolsonaro, que vem sendo resonsabilizado pela falta de ações efetivas de combate a pandemia do novo coronavírus, que já matou mais de 474 mil pessoas no país, falou para apoiadores que um relatório do TCU revelava que 50% das mortes registradas por Covid-19 no Brasil foram por outras causas.

“Não é meu. É do tal do TCU, questionando o número de óbitos no ano passado por Covid. E ali, o relatório final, não é conclusivo, mas disse que em torno de 50% dos óbitos por Covid no ano passado não foram por Covid, segundo o Tribunal de Contas da União”, disse o presidente que ainda prometeu divulgar o documento inexistente na tarde desta segunda-feira.

“Esse relatório saiu há alguns dias. Logicamente que a imprensa não vai divulgar. Já passei para três jornalistas com quem eu converso e devo divulgar hoje à tarde. E como é do TCU, ninguém queira me criticar por causa disso. Isso aí muita gente suspeitava. Muitos vídeos que vocês viram de WhatsApp etc., de pessoas reclamando que o ente querido não faleceu daquilo. Está muito bem fundamentado, todo mundo vai entender, só jornalista não vai entender. O resto, todo mundo vai entender”, acrescentou.

A resposta do TCU foi imediata e definitiva: "O TCU esclarece que não há informações em relatórios do tribunal que apontem que 'em torno de 50% dos óbitos por Covid no ano passado não foram por Covid', conforme afirmação do Presidente Jair Bolsonaro divulgada hoje", diz o texto do tribunal.​

A verdade é que, no relatório citado por Bolsonaro, técnicos do tribunal afirmam que as mortes por problemas respiratórios subiram no Brasil, bem como por problemas cardiovasculares para os quais a Covid-19 pode ter contribuído.

A informação não permite trazer a conclusão apontada pelo presidente, afirmam técnicos em mensagem que circula entre integrantes do TCU.