• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

Sindicatos protestam em Guararema (SP) contra reformas

Entidades ligadas à CUT-SP fazem carreata e protestam em frente à casa de deputado.

Publicado: 26 Março, 2017 - 14h07

Escrito por: CUT

Reprodução
notice
Manifestantes discursam em frente à casa do deputado Márcio Alvino (PR).

Sindicalistas e representantes de movimentos sociais do Vale do Paraíba (SP), promoveram neste sábado (25) uma carreata contra a terceirização, a Reforma da Previdência e a Reforma Trabalhista. A caravana com mais carreata de 30 veículos e cerca de 100 manifestantes saiu de Mogi das Cruzes e seguiu pela Via Dutra até a cidade de Guararema. A manifestação foi organizada pela subsede de Mogi das Cruzes da CUT-SP.

Na chegada em Guararema, uma cena de intimidação e abuso de poder. Diversas viaturas as PM pararam a manifestação para “orientar” os manifestantes com ameaças de multa caso o carro de som fosse utilizado, em função de uma lei municipal. A arbitrariedade provocou protestos, mas não interrompeu o movimento. Os carros seguiram até a frente da casa do deputado federal Márcio Alvino (PR), que na última quarta-feira (22) votou a favor da proposta da terceirização irrestrita e está no mapa dos traidores dos trabalhadores. Houve discursos e palavras de ordem contra Temer e os golpistas. Em seguida, cerca de 100 manifestantes seguiram em passeata pela cidade, até a praça da prefeitura.

"As propostas enfraquecem consideravelmente os direitos trabalhistas. Mas a classe tem que cobrar dos representantes e é isso que estamos fazendo. Nos organizando para cobrar os deputados federais, porque votaram a favor de uma lei que é contra o trabalhador. É o caso do Márcio Alvino, que tem seu reduto eleitoral em Guararema. Queremos saber por que ele não votou a favor do trabalhador", declarou Douglas Izzo, presidente da CUT em São Paulo, ao portal G1.