MENU

Sindicalistas estrangeiros prestam solidariedade a Lula

Durante a Industriall, delegações de diversos países procuraram ex-presidente

Publicado: 05 Outubro, 2016 - 16h27

Escrito por: CUT

Foto: Ricardo Stuckert
notice

Durante a última terça-feira (4), o ex-presidente Lula foi procurado por diversas delegações de sindicalistas que participam do 2º Congresso da IndustriaAll, no Rio de Janeiro. A intenção dos dirigentes sindicais é manifestar apoio ao petista por conta do golpe parlamentar sofrido pelo País e a perseguição política que ele vem sofrendo.

As delegações dos EUA, Alemanha, Canadá, Itália, Austrália, Espanha, Uruguai, Argentina, Suécia, França, Chile procuraram a equipe do ex-presidente pedindo um encontro com ele. Lula afirmou que não é o Brasil quem vive uma onda de retrocesso, é o mundo.
 
"Em todos os lugares se tenta retirar direitos dos trabalhadores. É engraçado porque toda vez que tem uma crise econômica em algum lugar do planeta terra, a primeira coisa que dizem é que é preciso retirar direitos de trabalhadores e aposentados”, afirmou o ex-presidente.

Para Lula, enquanto a Europa está brigando para não perder aquilo que os trabalhadores e a sociedade conquistaram no século 20, no Brasil, "nós, que ainda não chegamos ao padrão  de conquistas da Europa, estamos impedidos de continuar sonhando em chegar lá."

Isso porque, disse o presidente, subimos apenas um degrau na escala social deste país e de outros países da América Latina e já acham q essa evolução dos trabalhadores é a causa da crise econômica mundial.