• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

Sérgio Nobre: Renda mínima emergencial é uma vitória da CUT e fórum das centrais  

Presidente da CUT disse que sindicatos serão orientados a colocar suas instalações à disposição das autoridades para atender a população durante a pandemia

Publicado: 27 Março, 2020 - 15h50

Escrito por: Vanilda Oliveira

Roberto Parizzoti
notice

“Foi uma importante vitória da CUT e do fórum das centrais sindicais”. Dessa forma o presidente nacional da CUT, Sérgio Nobre, definiu nesta sexta-feira (27) a aprovação, por unanimidade, na Câmara dos Deputados, do projeto de lei que garante Renda Mínima Emergencial a trabalhadores e trabalhadoras vulneráveis, neste período de enfrentamento à pandemia do novo coronavírus (Covid-19).  

Sérgio Nobre destacou que o projeto nasceu no fórum das centrais sindicais. “No dia 17 de março, entregamos o documento com a nossa  proposta nas mãos do deputado federal Rodrigo Maia, presidente da Câmara, que garantiu seu apoio. Fizemos um trabalho importante de conversar com parlamentares de todas as bancadas. Fomos ouvidos.“, disse o presidente da CUT

O dirigente também destacou que a CUT e as demais centrais vão redobrar o trabalho e a pressão para que o projeto da renda mínima emergencial seja aprovado no Senado.  Disse ainda que a linha de crédito anunciada nesta sexta (27) pelo governo para pequenos e médios empresas é insuficiente.

Vídeo diário

Sérgio Nobre está gravando, diariamente, vídeos que são postados e divulgados em suas redes sociais, aplicativos de mensagem, canal da CUT no Youtube e no Seu Jornal, na TVT, para dar informes à base e a militância cutistas.

No vídeo desta sexta-feira (27), o presidente nacional da CUT informa sobre o que foi deliberado na reunião (virtual) realizada com os presidentes das centrais sindicais hoje; que a CUT e demais centrais se reunirão com a Confederação Nacional da Indústria (CNI) e, na sequência, com a Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), na próxima semana,  para tratar da proteção dos empregos, salários e do sistema produtivo frente à crise.

Sérgio Nobre destaca ainda, no vídeo, que a CUT e demais centrais sindicais vão orientar seus sindicatos a colocar à disposição do Poder Público instalações para o atendimento da população durante a pandemia de coronavírus.   

Sindicatos, federações e confederações que tiverem instalações como colônia de férias, quadras, clubes, ambulatórios serão orientados a entrar em contato com autoridades locais.  A utilização dos espaços cedidos deverá ser operada pelas autoridades sanitárias.

“A meta das centrais é colocar, neste primeiro momento, 5 mil leitos à disposição das autoridades - secretarias estaduais e municipais de Saúde em todo o Brasil”, disse Sérgio Nobre, que encerra o vídeo reafirmando a crítica ao discurso e ações irresponsáveis do presidente Bolsonaro e um apelo: “Trabalhadores e trabalhadoras, fiquem em casa, enquanto houver risco, fique em casa”

Fique informado, assista à integra do vídeo: