• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

Sem vacina, trabalhadores da rede estadual de educação decretam greve em Pernambuco

Profissionais decidiram nesta quinta (15) por paralisar atividades presenciais no estado; aulas remotas continuam

Publicado: 16 Abril, 2021 - 16h23

Escrito por: Da Redação Brasil de Fato | Recife (PE)

JC Mazella
notice

Em assembleia geral virtual realizada nesta quinta (15), os trabalhadores e trabalhadoras em Educação do Estado de Pernambuco decretaram greve em todas as atividades presenciais na rede estadual de ensino, em virtude da pandemia de covid-19. A assembleia foi realizada pelo Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Pernambuco (Sintepe).

As aulas presenciais retornaram para setores da rede estadual e da rede particular desde o dia 05 de abril, quando o estado reabriu setores da economia que ficaram fechados por 15 dias diante da alta de casos e mortes no estado no mês de março.

Na mesma reunião, a categoria também decidiu que as atividades remotas podem continuar ocorrendo. A greve será deflagrada na próxima segunda-feira (19), cumprindo o prazo de 72 horas de antecedência conforme estabelece a legislação de greve. A partir de segunda, a categoria irá realizar uma série de atividades de apoio à greve.

O Sindicato também colocou nas ruas a Campanha “Respeite nossas vidas! Vacine os/as Trabalhadores/as em Educação!” para reforçar a luta pela vida de toda comunidade escolar - ameaçada pela covid-19 - e se posicionar contra o retorno às atividades presenciais neste momento da pandemia.