• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

Sede da CUT em Alagoas é alvo de disparos de arma de fogo

Presidenta da entidade informou que foi registrado um boletim de ocorrência para que a Polícia Civil investigue o caso

Publicado: 30 Outubro, 2018 - 11h29 | Última modificação: 30 Outubro, 2018 - 11h50

Escrito por: Redação CUT

Reprodução
notice

A sede da Central Única dos Trabalhadores (CUT) de Alagoas foi alvo de dois disparos de arma de fogo na noite deste domingo (28), depois do anúncio de que Jair Bolsonaro (PSL) havia sido eleito presidente da República.

A direção da CUT informou que ninguém ficou ferido, pois os tiros foram apenas na placa de entrada. A imprensa sindical publicou o relato de um vizinho que confirmou: os tiros foram dados por volta das 19h30 e 20h, logo após a confirmação da vitória de Bolsonaro. “Foram vários tiros. Creio que descarregaram a arma toda e acho que atiraram do terreno baldio que tem aqui ao lado. Não saí à rua no momento dos tiros, apenas após. Logo que vi os furos na placa da CUT comuniquei ao pessoal da entidade que tenho contato”, afirmou assustado.

 

Confira a nota da CUT Alagoas abaixo:

NOTA DE REPÚDIO

A Central Única dos Trabalhadores em Alagoas (CUT) repudia veementemente o ataque sofrido pela entidade na noite desse domingo (28), a placa de sinalização de sua sede, no Bom Parto, foi alvo de disparos de arma de fogo.

O incidente ocorreu logo após a confirmação do resultado das eleições para a Presidência da República.

A direção da Central considera o caso uma ameaça à democracia e já formalizou denúncia à Polícia para que seja instaurado um inquérito que aponte os responsáveis.

A sociedade não pode aceitar atos de intolerância e violência sob qualquer motivação.

A Central continuará desempenhando seu papel de defender os direitos da classe trabalhadora e lutar por uma sociedade mais justa e solidária.