• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

Saiba por que você deve lutar contra privatização da Eletrobras que Senado vota hoje

Está na pauta do Senado a votação da MP 1.031 de privatização da Eletrobras, medida ruim para o Brasil e para os brasileitos. Em greve contra venda, eletricitários convidam população a aderir a luta nas redes

Publicado: 16 Junho, 2021 - 10h30 | Última modificação: 16 Junho, 2021 - 11h38

Escrito por: Redação CUT

Agência PT
notice

O Senado deve votar nesta quarta-feira (16), a Medida Provisória (MP) nº 1.031, do governo de Jair Bolsonaro (ex-PSL), que autoriza a privatização da Eletrobras, medida ruim para o Brasil e para os brasileiros. 

Em greve contra a venda da estatal, os eletricitários se mobilizam nas redes sociais e convidam a população a aderir à luta que é de todos e todas. Veja como abaixo por que você deve aderir à luta e como fazer isso sem se expor a riscos de contaminação com o novo coronavírus.

É importante saber que o texto da MP precisa ser aprovado pelo Congresso Nacional até o dia 22 senão perde a validade e o governo não poderá editar nova MP sobre o assunto este ano. Se a proposta for alterada pelo Senado, terá de voltar à Câmara, onde já foi aprovada, ser analisada e votada novamente. 

É mais importante ainda saber que o governo Bolsonaro, um dos mais mentirosos da história do Brasil, também mente muito ao argumentar sobre a necessidade de aprovação da MP 1031. A Federação Única dos Petroleiros (FUP) listou as 4 principais mentiras:

  1. Mentira: A privatização vai trazer preços “competitivos” ao setor.
    Verdade: A conta de luz vai aumentar.
  2. Mentira: A Eletrobras dá prejuízo.
    Verdade: O país pode abrir mão de uma das empresas mais lucrativas do Brasil e entregar ao capital estrangeiro.
  3. Mentira: A privatização da Eletrobras é necessária para a retomada do crescimento.
    Verdade: A privatização da Eletrobras aumenta o risco de apagão e aprofundamento da crise econômica
  4.  Mentira: Com a privatização, a Eletrobras vai se tornar mais moderna e eficiente.
    Verdade: O governo abre mão de décadas de pesquisa e produção tecnológica que poderiam colocar o Brasil na vanguarda da transição energética.
Saiba por que você deve lutar contra privatização da Eletrobras

Se a MP, encaminhada ao Congresso Nacional pelo presidente Jair Bolsonaro (ex-PSL), for aprovada as contas de luz ficarão muito mais caras do que já estão, como comprovou estudo feito pela Associação de Engenheiros e Técnicos da Eletrobras (Aesel). A venda da estatal de energia também é uma ameaça aos investimentos no setor, ao aumento dos riscos de má prestação do serviço à população e de apagões, como já acontece em estados como o Amapá, onde o  serviço foi privatizado.

Confira nove motivos para ser contra a privatização da Eletrobras

Confira como lutar contra a privatização da Eletrobras

Em defesa do Brasil e dos brasileiros, os 12 mil trabalhadores e trabalhadoras do Sistema Eletrobras iniciaram uma greve de 72 horas na terça-feira (15) e terminam a zero hora desta quinta-feira (17), e convidam a população a lutar junto pressionando os deputados favortáveis à medida.

Uma das formas da população luta é por meio do Twitter. Use as hashtags #VoteNãoMP1031 e #VaiAumentarAContaDeLuz, mande seu recado, marque o senador do seu estado.

ReproduçãoReprodução

Voccê pode pressioanr seu senador também acessando a  ferramenta Na Pressão, clicando na campanha “Salve a energia - diga não à privatização da Eletrobras” e seguindo os passos indicados. Você encontrará logo abaixo a lista dos senadores a favor e contrários à privatização e também os indecisos.

Veja o passo a passo, simples e rápido para mandar seu recado por meio do NaPressão:

Clique aqui e acesse a plataforma Na Pressão 

Depois:

  1. Escolha o seu senador ou sua senadora nas listas abaixo (a favor, contra e indecisos)
  2. Depois defina por qual meio deseja pressionar (WhatsApp, Facebook, Twitter ou E-mail) e clique no ícone, logo abaixo da foto do parlamentar
  3. Uma nova janela será aberta para você enviar a mensagem

Você pode repetir isso com quantos senadores/as desejar

Crise hídrica e racionamento estão no horizonte

Os eletricitários alertam: Estamos diante da maior crise hídrica das últimas décadas, com risco real de racionamento e um aumento expressivo da conta de luz é inevitável. A privatização da Eletrobras vai acarretar ainda mais aumento para os consumidores.

Além disso, sem uma Eletrobras pública, será extremamente difícil para este ou o futuro governo coordenar um programa de investimentos para superar a crise energética!

Lute contra a privatização, conclamam os eletricitários, que orientam a população a mandar recados par a os senadores rejeitarem a MP nº 1.031/2021 para salvar a energia e o futuro do Brasil.

De acordo com eles, o Brasil precisa de mais investimentos em energia limpa e barata e a Eletrobras é uma empresa lucrativa e saudável, capaz de comandar um robusto programa de investimentos no setor Elétrico.

“Nenhum país sério do mundo privatiza suas hidrelétricas. Canadá, Noruega, China, Rússia, EUA e todos os grandes produtores de hidroeletricidade do mundo mantém esses setor nas mãos de Empresas públicas. O Brasil não pode ser a exceção”, diz trecho da convocação.

“Vote pelo Brasil, vote contra a privatização da Eletrobras!”