• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

RJ: Nota de repúdio por prisão de quatro líderes sindicais

É com muita preocupação que recebemos a notícia da detenção dos sindicalistas

Publicado: 05 Julho, 2016 - 15h06

Escrito por: CUT-RJ

Foto: CUT-RJ
notice

Os dirigentes compunham um piquete na porta da Eletrobrás no momento da ação. A reivindicação legítima era contra as decisões arbitrárias de mudanças de data base das categorias para outubro, acarretando perdas financeiras para os trabalhadores.

A ação feita pelo diretor administrativo golpista, Alexandre Aniz, de acionar as forças policiais contra representantes dos trabalhadores reflete como o governo interino pretende seguir suas políticas e sua relação com a classe trabalhadora.

Por decisão democrática em assembleia, os trabalhadores do setor eletricitário decidiram a greve de 72 horas, que havia se iniciado ontem e foi interrompida arbitrariamente com o uso da força e os aparatos repressivos do Estado.

Neste momento Dejalmar Pinho (Sindicato dos Administradores), Eduardo Ferreira  (AEEL), Emanuel Mendes  (Sintergia) e Sidney Pascotto (Sindicato dos Economistas) se encontram na 5ª DP sob a assistência de advogados.

Acompanharemos de perto o desenrolar dos fatos e não aceitaremos a criminalização da prática sindical e seus representantes, prestando assistência e apoiando as lutas da classe trabalhadora e a manutenção das práticas democráticas.

Rio de Janeiro, 5 de julho de 2016
Central Única dos Trabalhadores no Rio de Janeiro