• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

Ricardo Boechat morre em queda de helicóptero em São Paulo

Helicóptero caiu em cima de um caminhão no KM 7 do Rodoanel. O piloto e o copiloto da aeronave também morreram, mas o motorista do caminhão sobreviveu

Publicado: 11 Fevereiro, 2019 - 14h56 | Última modificação: 11 Fevereiro, 2019 - 14h59

Escrito por: Redação CUT

Reprodução/Twitter
notice

O jornalista Ricardo Boechat, de 66 anos, morreu nesta segunda-feira (11), após a queda de um helicóptero, em São Paulo. A aeronave caiu em cima de um caminhão no quilômetro 7 do Rodoanel, próximo ao acesso à Rodovia Anhanguera, na zona oeste da capital.

Segundo o Corpo de Bombeiros, o piloto e o copiloto da aeronave também morreram. O motorista do caminhão foi socorrido.

O apresentador José Luiz Datena interrompeu o programa Os Donos da Bola, na programação da Band, para informar a morte do amigo e colega de trabalho.
“Até os inimigos respeitavam Boechat porque era muito difícil contestá-lo”, disse Datena emocionado. “Ele era verdadeiro 24 horas por dia”.

Boechat, que apresentava vários programas diários no Grupo Bandeirantes de Comunicação - A Notícia com Ricardo Boechat, um matinal na rádio BandNews FM, e o Jornal da Band à noite – e também tinha uma coluna semana na revist a IstoÉ, estava voltando de Campinas onde tinha ido dar uma palestra.

O jornalista trabalhou no Estado, O Globo e O Dia e é ganhador de três prêmios Esso. Segundo o site da Band, é também um dos maiores ganhadores da história do Prêmio Comunique-se, em que foi reconhecido como âncora de rádio, âncora de televisão e colunista. Também foi eleito o jornalista mais admirado do País na pesquisa do site Jornalistas&Cia em 2014.

Na manhã desta segunda, Boechat falou em seu programa matinal no rádio sobre a sucessão de tragédias no país, como Brumadinho, e no ninho do Urubu, no Rio de Janeiro.

carregando
carregando