• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

PT disputa 2º turno das eleições em 2 capitais e 13 de grandes cidades

Além do PT, partidos progressistas como PCdoB, Psol e PDT disputam em importantes cidades, apontando que a pauta da classe trabalhadora tem chance de vencer a pauta do atraso e da retirada de direitos

Publicado: 17 Novembro, 2020 - 11h32 | Última modificação: 17 Novembro, 2020 - 11h50

Escrito por: Redação CUT

Reprodução
notice

A Justiça Eleitoral indicou que 95 municípios com mais de 200 mil eleitores estão aptos a realizar segundo turno das Eleições Municipais de 2020, exceto Macapá, que teve a eleição adiada por causa do apagão.

Mas, até o momento, só 57 municípios terão uma nova rodada de votação no dia 29 de outubro. Do total, 18 serão capitais e 39 em cidades. Esse número pode aumentar dependendo das decisões da Justiça Eleitoral.

Além de duas capitais, Recife e Vitória, o PT disputa a prefeitura em 13 grandes cidades. PSOL, PC do B e PDT, outros partidos progressistas,  também disputam capitais, como São Paulo, Belém e Porto Alegre.

A pauta da classe trabalhadora pode vencer a pauta do atraso e da retirada de direitos em importantes cidades do Brasil e vamos trabalhar muito para eleger companheiros e companheiras afinados com as pautas sociais e trabalhistas, diz o presidente da CUT, Sérgio Nobre.

Resultado do 1º turno mostrou retomada de partidos de esquerda

Disputa nas capitais   

Sete dos 18 candidatos que foram para o segundo turno nas capitais são progressistas e disputam com grandes chances de ganhar e levar a pauta da classe trabalhadora para as prefeituras, dois deles são do PT, dois do PSOL, dois do PDT e um do PCdoB.

O PT está na disputa em duas capitais, Recife e Vitória, e em outras 13 cidades nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Bahia, Rio Grande do Sul, Pará, Goiás e Espírito Santo.

Em Recife (PE), Marília Arraes (PT) concorre com João Campos (PSB), e em Vitória (ES), João Coser (PT) disputa com o Delegado Pazolini (Republicanos).

O PSOL disputa o segundo turno em São Paulo, onde Guilherme Boullos concorre com Bruno Covas (PSDB), e em Belém, onde Edmilson Rodrigues (PSOL) enfrenta o Delegado Federal Eguchi (Patriota).

Em Porto Alegre, Manuela D'Ávila (PC do B) concorre com Sebastião Melo (MDB). E em Aracaju (SE) - Edvaldo Nogueira (PDT) enfrenta a Delegada Danielle (Cidadania) e em Fortaleza (CE), a disputa é entre Sarto (PDT) e Capitão Wagner (Pros).

Disputa nas grandes cidades

Nas cidades como mais de 200 mil habitantes onde será realizado segundo turno, o PT disputa em 13 cidades e o PDT em duas. Confira:

- Anápolis - Antonio Gomide (PT) x Roberto Naves (PP);  

- Cariacica (ES) - Celia Alves (PT) x Euclério Sampaio (DEM);

- Caxias do Sul (RS) - Pepe Vargas (PT) c Adiló (PSDB);

- Contagem (MG) - Marília Campos (PT) x Felipe Saliba (DEM);

- Diadema (SP) - José de Filippi Júnior (PT) x Taka Yamauchi;

- Feira de Santana (BA) - Zé Neto (PT) x Colbert Martins (MDB);

- Guarulhos (SP) - Eloi Pietá (PT) x Guti (PSD);

- Juiz de Fora (MG) - Margarida Salomão (PT) x Wilson Rezato (PSB);

- Mauá (SP) - Marcelo Oliveira (PT) x Átila (PSB);

- Pelotas (RS) - Ivan Duarte (PT) x Paula Mascarenhas (PSDB);

- Santarém (PA) - Maria do Carmo (PT) x Nélio Aguiar (DEM);

- São Gonçalo (RJ) - Dimas Gadelha (PT) x Capitão Nelson (Avante);

- Vitória da Conquista (BA) - Zé Raimundo (PT) x Herzem Gusmão (MDB).

O PDT disputa duas prefeituras: em Serra (ES), Sérgio Vidigal (PDT) concorre com Fábio Duarte (Rede), e em Campos dos Goytacazes (RJ), Wladimir Garotinho (PSD) concorre com Caio Vianna (PDT).