MENU

"Prioridade é combater a corrupção na Petrobrás"

FUP cobra participação de um representante da entidade nas apurações internas da empresa

Publicado: 27 Novembro, 2014 - 10h09 | Última modificação: 27 Novembro, 2014 - 10h14

Escrito por: FUP

Divulgação
notice

Dando sequência à reunião com Maria das Graças Foster, ocorrida no último dia 21, a FUP  encaminhou  à presidenta da Petrobrás documento reiterando a cobrança de participação de um representante da Federação nas apurações internas que a empresa tem feito sobre os fatos investigados pela Operação Lava Jato, bem como denúncias de corrupção na contratação de navios FPSO da empresa holandesa SMB Offshore. A FUP também cobra da Presidência da Petrobrás a primeirização de todas as atividades de produção que estão atualmente terceirizadas, bem como que a empresa assuma integralmente as atividades das sete sondas que estão sendo construídas para operar no pré-sal. Como vem destacando os trabalhadores, a terceirização tem sido historicamente uma porta de entrada para a corrupção na Petrobrás.

Clique aqui para conferir o documento enviado pela FUP à presidente da Petrobrás

Efetivo e NR-20

No documento enviado à Graça Foster, a FUP cobrou ainda que a empresa cumpra rigorosamente a cláusula 96 do Acordo Coletivo de Trabalho, que garante a negociação permanente de efetivos com a FUP, e também da Norma Regulamentadora número 20, que, apesar de estar em vigor desde março de 2012, até hoje não foi implementada pela Petrobrás. A NR-20 prevê queo “empregador deve dimensionar o efetivo de trabalhadores suficiente para a realização das tarefas operacionais com segurança" e que “os critérios e parâmetros adotados para o dimensionamento do efetivo de trabalhadores devem estar documentados”.

Propostas e cobranças da FUP encaminhadas à Presidência da Petrobrás:

ü  Participação de um representante da FUP nas investigações internas sobre a SBM, Operação Lava Jato e as filmagens que vazaram no Edifício de Brasília.

ü  Capacitação e valorização dos fiscais e gerentes de contratos.

ü  Cronograma de primeirização das atividades de produção que estão atualmente terceirizadas, como por exemplo, a P-63, cuja operação e produção são realizadas por navios afretados.

ü  Operação por parte da Petrobrás das sete sondas que estão sendo construídas pela empresa Sete Brasil.

ü  Campanha de esclarecimento, com resgate da motivação da força de trabalho, sobre as denúncias que estão sendo feitas contra a Petrobrás.

ü  Utilização do blog Fatos e Dados para rebater o denuncismo da mídia.

ü  Esclarecimentos sobre a criação da nova Diretoria de Governança.

ü  Esclarecimentos sobre o Programa Petrobrás de Prevenção à Corrupção.

ü  Apresentação do quadro de trabalhadores que atuam no sistema de Auditoria Interna da Petrobrás.

ü  Cumprimento da cláusula 96 do ACT, bem como da NR-20.