• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

Preço popular e ajuda aos trabalhadores da cultura marcam estreia do “Teatro Já”

Ao vivo e online, projeto terá peças e shows musicais com artistas renomados como Paulo Betti, Lília Cabral e Marcelo Serrado. Parte da arrecadação irá para um fundo de auxílio emergencial para profissionais

Publicado: 24 Junho, 2020 - 12h16 | Última modificação: 24 Junho, 2020 - 14h22

Escrito por: Érica Aragão

Divulgação
notice

Com apenas R$ 10,00 as pessoas poderão comprar ingressos de musicais e espetáculos inéditos e de sucesso para assistir ao vivo, pela internet, direto da sua casa e ainda contribuir com um fundo de auxílio emergencial para famílias de técnicos e artistas do segmento teatral do Brasil. São trabalhadores e trabalhadoras que perderam suas rendas e trabalho durante a pandemia do novo coronavírus, que impôs medidas de restrição de circulação e distanciamento social que resultou no fechamento de todas as casas de espetáculos do país.

O “Teatro Já” estreia no dia 4 de julho, sábado, às 17 horas, com a transmissão ao vivo da peça “Os Vilões de Shakespeare”, com o ator Marcelo Serrado. O bilhete pode ser comprado pelo site do Teatro PetraGold e depois de confirmado o pagamento o expectador receberá o link para assistir a atividade cultural escolhida.

O projeto é uma iniciativa comemorativa do primeiro ano do Teatro PetraGold, que fisicamente fica no Rio de Janeiro, e marca a reabertura da sala com uma programação de peças executadas no palco do teatro e transmitidas ao vivo e on-line por meio de uma plataforma de streaming e com uma plateia física simbólica, de um único espectador.

Serão temporadas com espetáculos solo ou de elenco reduzido, utilizando o menor número possível de técnicos e, consequentemente, respeitando o distanciamento social.

A ação vai gerar de imediato a abertura de novos postos de trabalho, voltar a movimentar o circuito cultural, estimular a formação de novas plateias, democratizar e expandir o acesso da produção artística e cultural carioca a todo o país. E, claro, contribuir com o auxílio emergencial para as famílias dos técnicos e artistas de teatro, fortemente afetados pela pandemia, chamado de Ingresso Solidário. [Abaixo informações para o trabalhador concorrer ao benefício]

Um dos idealizadores do projeto e gestor do teatro, o ator André Junqueira, explicou que, junto com a atriz, Ana Beatriz Nogueira, teve a ideia na expectativa de movimentar o mercado de trabalho dos profissionais e da cultura, tão afetados pela pandemia.

Segundo ele, a proposta vai fortalecer o Ingresso Solidário, que começou com a ideia de vendas antecipadas de espetáculos para ajudar os trabalhadores e trabalhadoras de cultura que foram os primeiros a perderem seus empregos e serão os últimos a voltar devido a aglomeração de pessoas.

“O ingresso solidário já nasce com essa proposta de ajudar os trabalhadores da cultura e agora o projeto Teatro Já vem com o mesmo intuito de contribuir com este fundo emergencial de auxílios de técnicos e artistas de teatro com metade das verbas arrecadas da bilheteria”, explica André.

Para o secretário Nacional de Cultura da CUT, José Celestino (Tino), este projeto é espetacular porque caminha com duas coisas importantes. Além de movimentar a cultura, que tem papel importante na conscientização e militância social, ainda é uma iniciativa solidária que vai ajudar a classe trabalhadora a receber uma renda emergencial. 

Para o dirigente, esta deveria ser a preocupação de Jair Bolsonaro (ex-PSL) que ainda não sancionou o Projeto de Lei (PL) nº 1075/2020, conhecido como PL Aldir Blanc, de autoria da deputada Benedita da Silva (PT-RJ), que prevê a destinação de R$ 3 bilhões do Fundo Nacional de Cultura (FNC) para o setor durante a crise causada pelo novo coronavírus.

“O PL foi aprovado pelas duas casas no início deste mês e Bolsonaro e ainda não sancionou esta Lei, que é tão importante para a sobrevivência trabalho e renda de mais de 5 milhões de pessoas do setor. O Teatro Já, como outras milhares de iniciativas parecidas, acaba fazendo o que o governo não faz e a CUT não pode deixar de apoiar uma iniciativa tão importante para o nosso povo como esta”, afirma Tino.

DivulgaçãoDivulgação
Foto de trecho da peça Autobiografia Autorizada

Uma das peças em cartaz do Teatro Já é “Autobiografia Autorizada”, do ator Paulo Betti, que será transmitida nos dias 9, 16, 23 e 30 de julho. [Abaixo a programação completa]

No monologo, o ator interpreta pai, mãe, avó e outros personagens da própria vida e conta com muito humor histórias que viveu e ouviu na infância e adolescência. Segundo o ele, são passagens que ficaram registradas em sua memória e em anotações que fazia sobre tudo que acontecia à sua volta, em busca de compreender a própria vida.

“Minha fixação pela memória da infância e adolescência, passada num ambiente inóspito e ao mesmo tempo poético, talvez mereça ser compartilhada no intuito de provocar emoção, riso, entretenimento e entendimento”, comenta o artista, que também faz questão de falar do “Teatro Já”.

Eu acho ótimo poder fazer algum gesto de solidariedade e ao mesmo tampo voltar ao palco do teatro, que está sendo mantido através de uma respiração por aparelhos, literalmente, e é o que podemos fazer agora durante este isolamento social para proteger vidas e entreter a sociedade.
- Paulo Betti

O ator, que também conta em sua obra a importância do ensino público e do trabalho social que fez durante sua vida, termina seu depoimento ao Portal da CUT com uma leve crítica ao governo.

“Quanto ao resto [se referindo ao governo] é o que nós já sabemos. Estamos perdidos com uma pandemia e um pandemônio”.

Como o trabalhador pode concorrer a ajuda do Teatro PetraGold

DivulgaçãoDivulgação

Os profissionais da cultura que estiverem sem renda e sem qualquer tipo de auxílio do governo podem se cadastrar para concorrer ao benefício do Ingresso Solidário na página do Teatro PetraGold de R$ 500 por dois meses. 

No cadastro, os trabalhadores e as trabalhadoras precisam inserir os dados pessoais, informações sobre os últimos empregos e serviços prestados e também informar se estão com algum salário ou incentivo de alguma outra instituição. Também é preciso gravar um vídeo com seu depoimento solicitando o auxílio.

Segundo André, será feito uma seleção de pessoas que mais precisam do recurso para receber o benefício, porque a procura está muito grande e já tem mais de mil nomes de trabalhadores e trabalhadoras pedindo ajuda.

 “É lógico que a gente queria ajudar todo mundo, mas não dá para e por isso a ouvidoria do Teatro fará a seleção dos que mais precisam. E ao ser escolhida, a pessoa recebera um e-mail explicando os próximos passos para receber o auxílio por dois meses e se o projeto se estender o benefício também poderá se estender”, explica.

André conta também que as pessoas não vão precisar sair de casa em nenhum processo para receber o benefício.

“O Teatro PetraGold vai abrir uma conta digital no nome da pessoa, vai depositar os R$ 500 reais e vai enviar um cartão para a casa da pessoa, que poderá usar o dinheiro sem precisar pegar fila e ter contato com outras pessoas e evitar que seja contaminada pela Covid-19”, finaliza.

Programação completa Teatro Já

JULHO

PROGRAMAÇÃO TEATRAL

 

“OS VILÕES DE SHAKESPEARE”

AOS SÁBADOS E DOMINGOS (DIAS 04, 05, 10, 11, 18 E 19 DE JULHO), ÀS 17H

COM MARCELO SERRADO

TEXTO: Steven Berkoff

DIREÇÃO: Sergio Modena

SINOPSE: Berkoff investiga o que torna os vilões tão atraentes para estudantes das artes cênicas e público, examinando e apresentando alguns dos personagens do bardo inglês.

GÊNERO: XXX / DURAÇÃO: XX min / CLASS. INDICATIVA: XX anos 

 

“DIÁRIO DO FAROL – uma peça sobre a maldade”

SÁBADO E DOMINGO (DIAS 25 E 26 DE JULHO), ÀS 17H

COM THELMO FERNANDES

TEXTO: adaptação sobre obra de João Ubaldo Ribeiro

DIREÇÃO: Fernando Philbert

SINOPSE: Um homem que, isolado em uma ilha, conta  sua história: como foi capaz de dissimular, matar e torturar, conseguindo ainda ver beleza nos atos por ele praticados. “Diário do Farol” é  a história do mal em sua essência, de um homem que pode estar bem perto de qualquer um de nós.

GÊNERO: XXX / DURAÇÃO: 70 min / CLASS. INDICATIVA: 16 anos 

 

“UM DIA A MENOS”

ÀS TERÇAS E QUARTAS: (DIAS 07, 08, 14, 15, 21, 22, 28 E 29 DE JULHO), ÀS 17H

COM ANA BEATRIZ NOGUEIRA

TEXTO: Clarice Lispector – adaptação do conto homônimo

DIREÇÃO: Leonardo Netto

SINOPSE: Uma mulher vive só, na mesma casa onde nasceu e cresceu. Ela tem diante de si a árdua tarefa de atravessar mais um dia inteiro sozinha, dentro de casa. Mas, esgotada pela repetição infinita de sua rotina, ela tem um rompante inesperado.

GÊNERO: drama / DURAÇÃO: 50 min / CLASS. INDICATIVA: 14 anos 

 

“AUTOBIOGRAFIA AUTORIZADA”

ÀS QUINTAS (DIAS 09, 16, 23 E 30 DE JULHO), ÀS 17H

COM PAULO BETTI

TEXTO: Paulo Betti

DIREÇÃO: Paulo Betti e Rafael Ponzi

SINOPSE: O solo foi construído pelo próprio artista, que se inspirou nos textos escritos durante a adolescência e nos artigos que escreveu por quase trinta anos para o Jornal Cruzeiro do Sul, de Sorocaba, cidade onde foi criado.

GÊNERO: XXX / DURAÇÃO: XX min / CLASS. INDICATIVA: XX anos 

 

“TAMBÉM QUERIA TE DIZER”

ÀS SEXTAS: (DIAS 10, 17, 24 E 31 DE JULHO), ÀS 17H

COM EMILIO ORCIOLLO NETTO

TEXTO: Martha Medeiros

DIREÇÃO: Victor Garcia Peralta

SINOPSE: Seis homens expressam com sensibilidade suas mágoas, medos, revoltas, alegrias. Seis visões de temas como culpa, traição, preferências sexuais, aborto, morte e vida.

GÊNERO: monólogo tragicômico / DURAÇÃO: 50 min / CLASS. INDICATIVA: 12 anos 

 

JULHO - PROGRAMAÇÃO MUSICAL

“SEGUNDA MUSICAL TEATRO PETRAGOLD”

SEMPRE ÀS SEGUNDAS FEIRAS, ÀS 17H

 

DIA 06 DE JULHO, às 17h

Luis Filipe De Lima convida Soraya Ravenle

Espetáculo: “DOLORES, CARMEM E ISAURINHA - PRESENTES!”

Sinopse: O encontro da cantora e atriz Soraya Ravenle com o violonista e diretor musical Luis Filipe de Lima relê o repertório de sucessos de Dolores Duran, Carmem Miranda e Isaurinha Garcia, três cantoras fundamentais da música brasileira que Soraya interpretou no teatro musical.

 

DIA 13 DE JULHO, às 17h

Luis Filipe De Lima convida Verônica Sabino

Espetáculo: “MEU LAIARAIÁ - SAMBAS DE MARTINHO DA VILA”

Sinopse: Luis Filipe de Lima e Verônica Sabino passam em revista a vasta obra de Martinho da Vila, destacando a força expressiva das canções sintonizadas com a cena musical contemporânea.

 

DIA 20 DE JULHO, às 17h

Luis Filipe De Lima convida Soraya Ravenle e Marcos Sacramento

Espetáculo: “BREQUE MODERNO”

Sinopse: Com as poderosas vozes de Soraya Ravenle e Marcos Sacramento, o show “Breque Moderno” leva ao palco o espírito de teatro de revista, com muito humor, virtuosismo e crônica de costumes.

 

DIA 27 DE JULHO, às 17h

Luis Filipe De Lima convida Inez Viana, participação especial de Ana Beatriz Nogueira

Espetáculo: “NÓS, LUPICÍNIO E O BAR” (inédito)

Sinopse: A partir do repertório de Lupicínio Rodrigues, referência maior do samba-canção, cronista eloquente dos amores difíceis, dos bares e da vida noturna, o show põe em foco o mítico universo do bar, passando em revista as conversas de botequim, seus personagens arquetípicos, a memória gastronômica de tremoços, chopes, bolinhos e minutas.

 

AGOSTO

PROGRAMAÇÃO TEATRAL / ESTREIAS

 

“LEONILSON (SOB O PESO DOS MEUS AMORES)” - inédito

ÀS TERÇAS E QUARTAS (DIAS 04, 05, 11, 12, 18, 19, 25 E 26 DE AGOSTO), ÀS 17H

COM ARLINDO LOPES

DIREÇÃO: Marina Vianna

SINOPSE: O espetáculo busca mostrar os sentimentos mais íntimos do artista que passou a infância entre retalhos amontoados no quarto de costura e seguiu costurando suas vivências e expondo seu coração.

GÊNERO: XXX / DURAÇÃO: XX min / CLASS. INDICATIVA: XX anos 

 

“OLHOS DE RESSACA” - inédito

ÀS QUINTAS (DIAS 06, 13, 20 E 27 DE AGOSTO), ÀS 17H

COM GILBERTO GAWRONSKI

TEXTO: Leonardo Netto

DIREÇÃO: Ana Beatriz Nogueira

SINOPSE: Uma mulher entre 50 e 60 anos está sentada numa mesa de gafieira. A orquestra toca, os casais dançam. Ela, amante de literatura, está aguardando o convite para dançar enquanto consome drinques. Na sua solidão às vezes fala sozinha, às vezes com o garçom, às vezes com pessoas que estariam nas mesas próximas.

GÊNERO: XXX / DURAÇÃO: XX min / CLASS. INDICATIVA: XX anos 

 

“TODOS OS HOMENS DO MUNDO” - inédito

ÀS SEXTAS (DIAS 07, 14, 21 E 28 DE AGOSTO), ÀS 17H

COM CRISTINA FLORES

DIREÇÃO:  Laura Castro e Cristina Flores

SINOPSE: A atriz performa e dubla ao vivo  vozes de atrizes consagradas no teatro e no cinema num espetáculo de ficção cientifica distópica que se passa em 2228, pós-patriarcado, num mundo onde a maioria dos homens morreram.

GÊNERO: XXX / DURAÇÃO: XX min / CLASS. INDICATIVA: 18 anos 

 

“ROMEU & JULIETA (E ROSALINA)” - inédito

AOS SÁBADOS E DOMINGOS (DIAS 08, 09, 15, 16, 22, 23, 29 E 30 DE AGOSTO), ÀS 17H

COM JÚLIA RABELLO

TEXTO: Gustavo Pinheiro

DIREÇÃO: Fernando Philbert

SINOPSE: Rosalina, o primeiro amor de Romeu no clássico de Shakespeare, e Julieta fazem um divertido acerto de contas, passando por temas como sororidade, independência financeira, liberdade de escolha e solidão.

GÊNERO: XXX / DURAÇÃO: XX min / CLASS. INDICATIVA: XX anos 

 

AGOSTO - PROGRAMAÇÃO MUSICAL

“SEGUNDA MUSICAL TEATRO PETRAGOLD”

SEMPRE ÀS SEGUNDAS FEIRAS, ÀS 17H

 

DIA 03 DE AGOSTO, às 17h

Luis Filipe De Lima convida Soraya Ravenle

Espetáculo: DOLORES, CARMEM E ISAURINHA - PRESENTES!

Sinopse: O encontro da cantora e atriz Soraya Ravenle com o violonista e diretor musical Luis Filipe de Lima relê o repertório de sucessos de Dolores Duran, Carmem Miranda e Isaurinha Garcia, três cantoras fundamentais da música brasileira que Soraya interpretou no teatro musical.

 

DIA 10 DE AGOSTO, às 17h

Luis Filipe De Lima convida Verônica Sabino

Espetáculo: MEU LAIARAIÁ - SAMBAS DE MARTINHO DA VILA

Sinopse: Luis Filipe de Lima e Verônica Sabino passam em revista a vasta obra de Martinho da Vila, destacando a força expressiva das canções sintonizadas com a cena musical contemporânea.

 

DIA 17 DE AGOSTO, às 17h

Luis Filipe De Lima convida Soraya Ravenle e Marcos Sacramento

Espetáculo: BREQUE MODERNO

Sinopse: Com as poderosas vozes de Soraya Ravenle e Marcos Sacramento, o show “Breque Moderno” leva ao palco o espírito de teatro de revista, com muito humor, virtuosismo e crônica de costumes.

 

DIA 24 DE AGOSTO, às 17h

Luis Filipe De Lima convida Inez Viana, participação especial de Ana Beatriz Nogueira

Espetáculo: NÓS, LUPICÍNIO E O BAR (inédito)

Sinopse: A partir do repertório de Lupicínio Rodrigues, referência maior do samba-canção, cronista eloquente dos amores difíceis, dos bares e da vida noturna, o show põe em foco o mítico universo do bar, passando em revista as conversas de botequim, seus personagens arquetípicos, a memória gastronômica de tremoços, chopes, bolinhos e minutas.

 

DIA 21 DE AGOSTO, às 17h

Luis Filipe De Lima convida Elisa Lucinda

Espetáculo: 

Sinopse: 

 

 

SETEMBRO

PROGRAMAÇÃO TEATRAL / ESTREIAS

 

“EU VOU!” - inédito

ÀS TERÇAS (DIAS 08, 15, 22 E 29 DE SETEMBRO), ÀS 17H

COM ANA BEATRIZ NOGUEIRA

TEXTO: Zélia Duncan

DIREÇÃO: Victor Garcia Peralta

SINOPSE: Uma mulher que, durante uma live na quarentena, refaz os seus planos de sucesso.

GÊNERO: XXX / DURAÇÃO: XX min / CLASS. INDICATIVA: XX anos 

 

“AGORA, A COISA, UMA VOLTA (uma conversa - performance entre Clarice Lispector, Fauzi Arap, vocês e eu)” - inédito

ÀS QUARTAS (DIAS 09, 16, 23 E 30 DE SETEMBRO), ÀS 17H

COM MARIANA LIMA

DIREÇÃO: Mariana Lima

TEXTO / SINOPSE: Uma encenação de leituras e experiências com textos de Clarice Lispector, Fauzi Arap e da atriz. Partindo de uma rememoração da própria experiência com a montagem de “A paixão Segundo GH”, de Clarice Lispector, na adaptação de Fauzi Arap e direção de Enrique Diaz, Mariana Lima recoloca em cena as palavra, coisas e afecçōes do tempo na leitura da obra dos autores.

GÊNERO: XXX / DURAÇÃO: XX min / CLASS. INDICATIVA: XX anos 

 

“A LISTA” - inédito

ÀS QUINTAS E SEXTAS (DIAS 03, 04, 10, 11, 17, 18, 24 E 25 DE SETEMBRO), ÀS 17H

COM LÍLIA CABRAL E GIULIA BERTOLLI

TEXTO: Gustavo Pinheiro

DIREÇÃO: Guilherme Piva

SINOPSE: Durante a quarentena, jovem se oferece para fazer as compras de supermercado para a vizinha, uma senhora de Copacabana. Mas o encontro das duas detona um turbilhão de sentimentos.

GÊNERO: XXX / DURAÇÃO: XX min / CLASS. INDICATIVA: XX anos 

 

 

SETEMBRO - PROGRAMAÇÃO MUSICAL

“SEGUNDA MUSICAL TEATRO PETRAGOLD”

SEMPRE ÀS SEGUNDAS FEIRAS, ÀS 17H

“DO JAZZ AO SAMBA”

 

DIA 07 DE SETEMBRO, às 17h

João Felippe convida Camilla Marotti

Espetáculo: “Divas do Jazz”

Sinopse: Uma homenagem às cantoras do Jazz e do Rhythm ‘n Blues norte americano.

 

DIA 14 DE SETEMBRO, às 17h

João Felippe convida Julia Mestre e João Gil

Espetáculo: “Anos 70 no Brasil” 

Sinopse: Uma viagem musical pela obra dos Novos Baianos, Rita Lee, entre outros. E também repertório autoral.

 

DIA 21 DE SETEMBRO, às 17h

João Felippe convida Dora Morelembaum

Espetáculo: “Compositoras Brasileiras” 

Sinopse: Músicas de importantes compositoras brasileiras e também repertório autoral.

 

DIA 28 DE SETEMBRO, às 17h

João Felippe convida Ana Costa

Espetáculo: “O Samba e sua Raiz” 

Sinopse: Repertório voltado para os fundadores e grandes compositores do samba brasileiro.

 

 

OUTUBRO

PROGRAMAÇÃO TEATRAL / ESTREIAS

 

“FRAGMENTO DE UM SORRISO” 

ÀS SEXTAS (DIAS 09, 16, 23 E 30 DE OUTUBRO), ÀS 17H

COM VILMA MELO

TEXTO: Vilma Melo, livremente inspirado em entrevista de Elisa Lucinda

DIREÇÃO: João Artigos

SINOPSE: Abusando da inversão de  músicas, frases e textos naturalmente reproduzidos pelo povo brasileiro, com humor, o monólogo explica com embasamentos históricos o porquê da repetição da frase “Ela é quase da família”, quando se trata da trabalhadora doméstica.

Esse recorte faz parte do espetáculo “Noite do Sorriso Negro”, projeto do diretor e ator João Artigos, com texto livremente inspirado em entrevista de Elisa Lucinda que estreou no SESC em novembro de 2019.

GÊNERO: XXX / DURAÇÃO: XX min / CLASS. INDICATIVA: XX anos 

 

“COISAS DE MÃE” - inédito

ÀS QUINTAS (DIAS 08, 15, 22 E 29 DE OUTUBRO), ÀS 17H

COM CLARICE NISKIER

TEXTO: adaptação de Clarice Niskier do livro "Coisas de Mãe para Filha", organizado por Adília Belotti, Hilda Lucas, Regina Amaral, Suzete Capobianco e Vera Tarantino.

DIREÇÃO: Clarice Niskier

SUPERVISÃO: Amir Haddad

SINOPSE: coletânea de cartas de vinte e três mulheres sobre a aventura da maternidade.

A adaptação de Clarice tenta repetir o universo das varandas das avós, das tendas ancestrais, do colo da mãe e dos quartos das amigas, onde a palavra revela, traduz e ecoa o que é universal: coisas da alma, coisas de mãe.

GÊNERO: XXX / DURAÇÃO: XX min / CLASS. INDICATIVA: livre 

 

 

OUTUBRO  - PROGRAMAÇÃO MUSICAL

“SEGUNDA MUSICAL TEATRO PETRAGOLD”

SEMPRE ÀS SEGUNDAS FEIRAS (DIAS 05, 12, 19, 26), ÀS 17H

 

“SMILE - CANTANDO CLÁSSICOS E CONTANDO ESTÓRIAS”

COM MARCELO SERRADO, ACOMPANHANDO PELO PIANISTA FELIPE HABIB

SINOPSE: um repertório eclético, focado em clássicos que marcaram gerações, como “I’ve Got You Under My Skin”, de Frank Sinatra; o bolero “La Barca”, de Luis Miguel; e “Manhã de Carnaval” – eternizado na voz de Maysa. Há também histórias divertidas sobre os compositores, os intérpretes e a criação das músicas apresentadas. “Eu Não Sou Cachorro Não”, de Waldick Soriano e “Garçom”, de Reginaldo Rossi, ícones do cancioneiro brega, também integram o repertório musical.

DURAÇÃO: 70 minutos / CLASS. INDICATIVA: 12 anos