• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

Petroleiros participaram de mutirão para colher alimento em São José dos Pinhais

A iniciativa contou com cerca de 40 voluntários de vários movimentos. Ela faz parte da ação Marmitas da Terra, que prepara e distribuiu gratuitamente 700 ‘quentinhas’ toda quarta-feira, em Curitiba

Publicado: 21 Setembro, 2020 - 09h13 | Última modificação: 21 Setembro, 2020 - 09h18

Escrito por: Regis Luís Cardoso - Sindipetro-PR (com informações Mídia MST).

Reprodução
notice

Representantes do Sindipetro-PR e SC, militantes do MST, Movimento de Trabalhadores e Trabalhadoras por Direitos (MTD), religiosos e leigos da congregação Comboniana, entre outros coletivos, associações de moradores e entidades sociais na Colônia Marcelino, em São José dos Pinhais, realizaram uma colheita, neste sábado (19), que leva o alimento para quem não tem e evita que o mesmo estrague.

Esse mutirão para colher batata salsa vai além de uma ação solidária, mostra como o chamado "padrão de mercado" escancara a injustiça social no Brasil. Para se ter uma ideia, todo esse alimento seria dispensado na própria lavoura por “não atender especificidades mercadológicas”.

Essas áreas agrícolas "fora do padrão" foram doadas por agricultores familiares da região. Dessa forma, mais de 40 voluntários dedicaram o sábado à colheita de mais de 5 toneladas do alimentos. As ações na região começaram na metade deste ano, durante a pandemia, e envolve mais de 30 entidades e movimentos.