• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

Noam Chomsky adere campanha para que Lula receba o Prêmio Nobel da Paz

Mundialmente reconhecido por sua atuação como linguista, filósofo, cientista cognitivo, comentarista e ativista político, o norte-americano Noam Chomsky assinou nesta segunda (23) abaixo-assinado da campanha

Publicado: 23 Abril, 2018 - 16h41 | Última modificação: 23 Abril, 2018 - 17h33

Escrito por: Redação CUT

Alex Capuano/CUT
notice

Não para de crescer o movimento internacional para que o ex-presidente Lula receba o prêmio Nobel da Paz em 2018. Já são mais de 240 mil adesões à campanha lançada pelo ativista argentino Adolfo Perez Esquivel, Nobel da Paz em 1980. Nesta segunda-feira (23), foi a vez de Noam Chomsky se somar à iniciativa.

O filósofo e ativista norte-americano e sua esposa, Valeria Chomsky, assinaram a lista, cuja meta é atingir 300 mil assinaturas para encaminhar ao comitê do Nobel, que fica na Noruega.

No início deste mês, o egípcio Mohamed El-Bardei, que em 2005 recebeu o prêmio Nobel da Paz em nome da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA), aderiu à campanha. Na ocasião, El-Bardei, um dos atores políticos mais importante do Egito, destacou que Lula é uma das pessoas que mais combateram a fome e as injustiças no mundo.

Esse foi justamente um dos motivos que fizeram Esquivel iniciar a campanha. Segundo ele, a iniciativa é um reconhecimento às ações de Lula, que “desenvolveu políticas públicas para superar a fome e a pobreza em seu país, um dos mais desiguais no mundo”.

Ele ressaltou, quando esteve presente no Brasil para tentar visitar Lula, mantido como preso político na sede da Polícia Federal, em Curitiba, desde o dia 7 de abril, que os governos do ex-presidente brasileiro tiraram mais de 36 milhões de pessoas da miséria.

Acesse aqui o abaixo-assinado e assine também

O Nobel
Criado no ano de 1901, o Prêmio Nobel é uma das mais prestigiadas premiações do mundo. Todos os anos, pessoas que fizeram pesquisas de grande valor para o bem do ser humano em diversas áreas, como Química, Física, Medicina, Literatura, Economia e Paz, são escolhidas e premiadas.