• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

No DF, categorias, como bancários e servidores, participaram do Dia do Basta

Trabalhadores e trabalhadoras de categorias como bancários, comerciários, servidores e rodoviários realizaram atos em seus locais de trabalho e também em frente a sede do Ministério da Fazenda

Publicado: 10 Agosto, 2018 - 15h27 | Última modificação: 10 Agosto, 2018 - 16h01

Escrito por: CUT DF

CUT-DF
notice

As manifestações do Dia do Basta, no Distrito Federal, começaram por volta das 5h, nesta sexta-feira (10), com ato organizado pelo Sindicato dos Trabalhadores da Limpeza Urbana (Sindlurb), em frente à antiga sede da Sistema de Limpeza Urbana (SLU).

No mesmo horário, os trabalhadores em transporte de bebidas do DF, organizados pelo Sindicato dos Trabalhadores, nas Indústrias, Transporte, Armazenamento, Distribuição, Vendas Internas e Externas, Exportação e Importação de Álcool, Bebidas e Derivados no Distrito Federal, e Municípios do Entorno (Sintrabe), impediram a saída dos veículos de distribuição na fábrica da Coca-Cola, em Taguatinga, e realizaram panfletagem com diálogo com a base.

Diversos sindicatos organizaram suas categorias para panfletagem em locais distintos do DF. Dentre eles, o Sindsep-DF (servidores públicos federais), Sindcom (comerciários), Sindbombeiros (bombeiros Civis) e Sintect (trabalhadores dos Correios). O Sindicato dos Professores (Sinpro) também engrossou a mobilização e montou uma grande estrutura na Praça dos Aposentados, no Conic, para realização de aulas populares.

Além dessas ações, o Sintfub (Sindicato dos Trabalhadores da Fundação Universidade de Brasília), a Fasubra (Federação de Sindicatos de Trabalhadores Técnico-administrativos em Instituições de Ensino Superior Públicas do Brasil) e o Sindsep-DF realizaram um ato em frente ao Ministério da Fazenda contra a EC 95, que congela os investimentos em educação, saúde e outros setores por 20 anos.

Já o Sindicato dos Bancários de Brasília organizou sua base para fechando agências bancárias até o meio-dia.

Os eletricitários, organizados pelo STIU-DF, também participaram das ações pela manhã, e realizaram assembleias na sede da Eletronorte, Furnas e no Operador do Sistema Elétrico (ONS).

carregando