• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

Movimentos populares organizam manifestações pelo #ForaBolsonaro nesta sexta (10)

Central de Movimentos Populares (CMP) e pela União Nacional por Moradia Popular (UNMP) farão atos em 20 estados do país

Publicado: 08 Julho, 2020 - 15h48

Escrito por: Redacão CMP

Reprodução
notice

Por direitos, pela vida, por emprego e renda, será realizado nesta sexta-feira (10) o Dia Nacional de Luta pelo “Fora, Bolsonaro”, organizado por centrais sindicais e movimentos populares. A Central de Movimentos Populares (CMP) e a União Nacional por Moradia Popular (UNMP) terão ações em 20 estados do país.

As manifestações ocorrerão nas casas, comunidades, associações, conjuntos populares, ocupações, favelas, bairros das periferias. A ideia é protestar em pequenos grupos respeitando as regras de isolamento social, com cartazes e apitos, simultaneamente. Além do mote Fora Bolsonaro, as manifestações também irão reivindicar direitos, como moradia, saúde, renda, alimentação, água e esgoto tratado.

As atividades compõem a “Jornada Nacional pelo Fora Bolsonaro”, nos dias 10 e 11 de julho, promovida por diversas frentes, partidos políticos e segmentos que têm o ‘Fora, Bolsonaro’ como bandeira de luta. A CMP e NNMP são signatárias de um dos pedidos de impeachment do presidente da República.

A estimativa é que somente a CMP e UNMP promovam aproximadamente 80 ações, todas às 17 horas desta sexta-feira.

Com a nova forma de protesto, as pessoas não se deslocam para um único local, uma praça ou avenida, mas se reúnem no próprio bairro, em pequenos grupos e ao mesmo tempo, se protegem contra o coronavírus e mandam seu recado aos governos.

Bolsonaro precisa ser afastado da Presidência por ter cometido crime de responsabilidade e atentado contra a saúde e a dignidade humana é o recado que os manifestantes mandarão nesta sexta.

Para Raimundo Bonfim, coordenador nacional da CMP, “a luta pelo Fora Bolsonaro precisa ser assumida pela classe trabalhadora e pelos movimentos populares. Por isso, faremos essas dezenas de ações nas periferias do país".

Leleco Pimentel, da direção nacional da UNMP, afirma que "somente com pressão popular derrubaremos esse governo genocida e antidemocrático que está levando à morte milhares de pessoas".

TO material de campanha você pode baixar no Portal CUT, clicando aqui, tem cards, vídeos, spots de rádio para carros de som e tudo que você precisa para divulghar o ato.l