MENU

Militante químico Olavo Hanssen, morto pela...

Durante o ato, também será apresentado um panorama sobre o trabalho da Comissão da Verdade Rubens Paiva

Publicado: 22 Maio, 2013 - 15h45

Escrito por: Sindicato dos Químicos do ABC

O Sindicato dos Químicos do ABC convida a todos para o Ato Público em Homenagem ao militante químico Olavo Hanssen, que será realizado no próximo sábado, às 15h30, no Salão da Sociedade Amigos de Vila Maria Zélia. Estão confirmadas as participações de familiares, antigos companheiros e organizações populares e dos trabalhadores, relembrando a trajetória de Hanssen em sua luta em defesa dos trabalhadores e os trágicos acontecimentos que levaram ao seu assassinato pelos agentes dos órgãos de repressão do Estado brasileiro durante a ditadura militar.

O ato será realizado no mesmo local onde, no dia 1º de Maio de 1970, numa manifestação pacífica organizada por 15 sindicatos, foram presos 18 militantes, entre eles Olavo Hanssen. Na prisão Olavo foi submetido a sucessivas sessões de tortura. A polícia política da ditadura, dias após seu assassinato, ainda tentou forjar um suicídio.

Na atividade, também será feito um panorama sobre o trabalho da Comissão da Verdade “Rubens Paiva” da Assembleia Legislativa de São Paulo,  que exige a apuração completa dos crimes da ditadura militar.

O Sindicato dos Químicos do ABC está entre as entidades que apoiam a iniciativa.

Trajetória - Olavo Hanssen começou sua militância na juventude, sendo membro da União Nacional dos Estudantes na década de 1960, onde impulsionou suas principais campanhas. Morador de Mauá, foi estudante do colégio Américo Brasilense em Santo André. Ainda estudante, ingressou no Partido Operário Revolucionário – Trotskista, POR(t) em 1961. Começou a trabalhar aos 14 anos como office-boy. Foi metalúrgico ativista na Oposição Sindical Metalúrgica de São Paulo – OSM-SP. Após três prisões e muito vigiado foi trabalhar nas indústrias químicas de Santo André. Entrou no curso de Engenharia de Minas na Escola Politécnica da USP em 1960 e abandonou o curso para trabalhar e militar com os metalúrgicos de São Paulo.

Serviço:

Justiça para Olavo Hanssen: uma homenagem ao militante operário assassinado pela Ditadura

Data: 25 de maio, sábado

Horário: 15h30

Local: Salão da Sociedade Amigos de Vila Maria Zélia: rua dos Prazeres, Belenzinho, São Paulo.