O trabalhador não é prioridade desde o golpe contra a ex-presidente Dilma Rousseff. De lá pra cá o trabalho dos governantes é tirar direitos dos trabalhadores vendendo a ideia de que a saída para o brasileiro é ser microempreendedor individual.

"As pessoas que prometeram acabar com a CLT para melhorar a vida do trabalhador não têm nenhuma explicação para o desastre de hoje. O trabalhador está sem direitos, sem férias, sem 13º salário", afirmou Lula.

Leia mais: 80% dos empregos criados desde 2020 são informais, sem direitos e rendimento médio caiu 8,8%

Sobre o desinvestimento na ciência, o ex-presidente alerta que o País está perdendo a possibilidade de formar milhares de jovens para o Brasil ganhar competitividade internacional. "Esses jovens estão proibidos de estudar", alerta Lula.

E é exatamente como o ex-presidente Lula diz: o Bolsonaro não se preparou nem pra governar o conjunto habitacional que ele mora, se ele fosse síndico. Imagina governar um País.

Nesta quinta-feira (8), o Congresso Nacional aprovou projeto que retira R$ 635 milhões de recursos do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI ) para serem usados em outras áreas.

Os recursos destinados neste ano a bolsas e apoio à pesquisa sofrerão um corte de 92%.

O projeto, que segue para sanção de Bolsonaro, atendeu a um pedido da equipe econômica do governo federal. O Ministério da Economia solicitou a retirada para que pudesse abrir crédito suplementar a outras áreas. Para a ciência, ficarão apenas R$ 55 milhões —8% do previsto inicialmente.