• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

Lula agradece CUT pela mobilização em defesa dos seus direitos políticos

Em carta, o ex-presidente agradece o apoio e solidariedade de todos os companheiros e companheiras da CUT que participaram dos atos em Brasília no dia do registro de sua candidatura

Publicado: 22 Agosto, 2018 - 17h43 | Última modificação: 22 Agosto, 2018 - 18h19

Escrito por: Rosely Rocha, especial para Portal CUT

Alex Capuano/CUT
notice

O ex-presidente Lula enviou nessa terça-feira (21) uma carta à direção da CUT agradecendo os companheiros, companheiras e toda a classe trabalhadora pela mobilização e manifestação no dia 15 de agosto, data em que foi registrada oficialmente a sua candidatura à Presidência da República pelo Partido dos Trabalhadores (PT).

Na carta, Lula diz que foi com muita emoção que ele acompanhou a grande mobilização em Brasília em torno da defesa dos seus direitos políticos e pela garantia de sua participação nas eleições deste ano, assim como prevê a determinação do Comitê de Direitos Humanos da Organização das Nações Unidas (ONU).

Segundo o ex-presidente, a grandeza do ato só foi possível graças ao empenho e participação da Central Única dos Trabalhadores. “Companheiro Vagner [presidente da CUT], tenho certeza de que você e outros membros da direção se empenharam muito para fazer do dia 15 de agosto um marco histórico na luta dos trabalhadores e trabalhadoras por um país melhor e mais justo.”

Lula disse que, ao tomar conhecimento da mobilização, se recordou de uma assembleia no Sindicato dos Metalúrgicos em que ele terminou com a frase: “nunca mais ousem duvidar da capacidade de luta da classe trabalhadora”.

“Nós criamos a CUT para transformar o Brasil num país em que os trabalhadores tenham dignidade, o que se conquista com emprego, com valorização dos salários, com a proteção da lei. Sempre soubemos que nada disso cairia do céu e que só poderíamos vencer com organização, luta e conscientização. E vocês mostraram isso mais uma vez”, disse o ex-presidente em trecho da carta.

Para o candidato do PT à Presidência da República, nenhum movimento pela justiça e pela democracia pode existir no Brasil sem a presença forte da CUT.

Lula se despede na carta pedindo para que Vagner Freitas leve a cada um dos milhares de companheiros que se sacrificaram indo até Brasília o seu abraço e o seu agradecimento.“Serei sempre grato a cada um e a cada uma pelo sacrifício que fizeram e pela dedicação nesta jornada."

Tenham certeza de que tenho muito orgulho da nossa CUT
- Lula

“Nada nem ninguém poderá abalar o nosso compromisso com um país melhor e mais justo”.