• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

Líderes progressistas se reúnem na Argentina para debater futuro da democracia

Ex-presidenta Dilma Rousseff, Fernando Haddad, Manuela D’Avila e Guilherme Boulos representarão o Brasil na 8ª Conferência Latino-Americana e Caribenha de Ciências Sociais que será realizada em Buenos Aires

Publicado: 14 Novembro, 2018 - 10h21 | Última modificação: 14 Novembro, 2018 - 10h49

Escrito por: Rosely Rocha

Reprodução
notice

As ex-presidentas do Brasil e da Argentina Dilma Rousseff e Cristina Kirchner e o ex-presidente do Uruguai Pepe Mujica participam da 8ª Conferência Latino-Americana e Caribenha de Ciências Sociais, que será realizada em Buenos Aires, Argentina, de 17 a 23 de novembro.

O evento, organizado pelo Conselho Latino-Americano de Ciências Sociais (Clacso), instituição não governamental ligada à Unesco com atuação em 51 países, discutirá a democracia, cidadania e o futuro da política latina.

Dilma Rousseff participará da palestra “Democracia, cidadania e estado de exceção”, na segunda-feira (19). Já a ex-presidenta da Argentina, Cristina Kirchner, discursará sobre “Capitalismo, neoliberalismo e a crise da democracia”. No mesmo dia, Mujica falará sobre “América Latina: medo, esperança e utopia”.

Além das autoridades sul-americanas, a Conferência terá a participação dos ex-candidatos à presidência da República nas eleições de 2018, Fernando Haddad (PT) e sua vice, Manuela D’Ávila (PC do B), e Guilherme Boulos, do PSOL. Eles falarão na terça-feira (20) sobre o tema “Brasil: a esperança vencerá o medo”.

O evento, que também contará com diálogos e apresentações de trabalhos acadêmicos, receberá o sociólogo português Boaventura Sousa Santos e o ativista argentino, Adolfo Pérez Esquivel, vencedor do prêmio Nobel da Paz em 1980, além dos ex-ministros dos governos Dilma, José Eduardo Cardozo (Justiça) e Aloizio Mercadante (Educação).

Segundo a organização da Conferência, a intenção é propiciar um “espaço amplo, plural e aberto” para que líderes mundiais possam “representar e expressar os ideais de luta por sociedades mais justas e igualitárias”.

A inscrição para o evento, que acontece em Buenos Aires, é gratuita e pode ser feita clicando aqui.

carregando
carregando