• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

Licença não remunerada na Gol: SNA não tem acordo com empresa

Gol adota ações por conta própria e coage profissionais a assinarem acordo. Assessoria Jurídica do Sindicato Nacional dos Aeroviários já toma medidas

Publicado: 30 Março, 2020 - 14h50

Escrito por: SNA - Sindicato Nacional dos Aeroviários

Reprodução
notice

O Sindicato Nacional dos Aeroviários (SNA) recebe série de denúncias de profissionais de todo Brasil, coagidos a assinar proposta de licença não remunerada na Gol Linhas Aéreas. A assessoria jurídica do Sindicato está em contato com a direção da empresa, com a exigência de que qualquer tipo de intimidação por parte dos gestores seja encerrada imediatamente.

Entenda o caso da licença não remunerada na Gol

Durante reunião realizada em 18 de março, a direção da Gol informou ao SNA que tomaria duras medidas durante a crise econômica gerada pela pandemia do Covid-19, entre elas, a adoção de licença não remunerada.

Diferente de outras empresas, a Gol se recusou em ouvir a categoria e discutir proposta de acordo com representantes sindicais. A companhia área decidiu por conta própria as ações que tomaria, várias delas avaliadas como ilegais pela assessoria jurídica do Sindicato.

Após impor estas medidas, a Gol enviou proposta de Acordo Coletivo ao SNA com o objetivo de “legalizar” parte das arbitrariedades que está cometendo contra trabalhadores e trabalhadoras. A direção do SNA se recusou a assinar o acordo e busca discutir os termos apresentados, além de exigir que a coação relatada em algumas bases seja encerrada imediatamente.

Não existe Acordo Coletivo assinado entre SNA e Gol

A direção do SNA se nega a fechar acordo que não garanta a manutenção dos postos de trabalho e a renda mínima necessária para que profissionais da aviação civil possam sobreviver neste período de crise. Esta entidade não se recusa à negociar termos que ajudem a atravessar o período de crise ocasionado pela pandemia do novo coronavírus, mas não vai aceitar qualquer proposta.

A direção do Sindicato pede que, em caso de dúvidas sobre a licença não remunerada na Gol, profissionais da aviação civil entrem em contato diretamente com nossos representantes locais ou tirem suas dúvidas online ou por telefone. Nossos contatos estão disponíveis nos links Subsedes do SNA Assessoria Jurídica do SNA. Também é possível enviar e-mail para o endereço atendimento@sna.org.br.