• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

Incêndio no CT do Flamengo deixa 10 mortos e três feridos

O incêndio na ala que servia de alojamento para as categorias de base e recebia jogadores de 14 a 17 anos de idade, foi controlado por volta das 6h

Publicado: 08 Fevereiro, 2019 - 12h45 | Última modificação: 08 Fevereiro, 2019 - 13h08

Escrito por: Redação CUT

Agência Brasil
notice

Um incêndio atingiu a ala mais velha do Centro de Treinamento (CT) do Flamengo, em Vargem Grande, zona oeste do Rio de Janeiro, na madrugada desta sexta-feira (8).

O incêndio na ala que servia de alojamento para as categorias de base e recebia jogadores de 14 a 17 anos de idade, foi controlado por volta das 6h, mas segundo o Corpo de Bombeiros há 10 mortos e três feridos, um deles em estado grave. Os feridos foram levados para o Hospital Municipal Lourenço Jorge, na Barra da Tijuca.

O Ninho do Urubu, como é conhecido o CT, que havia sido afetado pelas fortes chuvas que atingiram a capital fluminense na noite de quarta-feira (6), é considerado um dos mais modernos do país. Um novo módulo do CT foi inaugurado, em 2018, para os jogadores profissionais, e as instalações antigas foram então destinadas para as categorias de base – atletas de 14 a 17 anos.

Segundo os Bombeiros, entre as vítimas estão funcionários do clube e jogadores das categorias de base. De acordo com a Folha de S Paulo, a secretaria de saúde do Rio informou que a vítima em situação mais grave é Jonathan Cruz Ventura, 15, que tem cerca de 30% do corpo com queimaduras de terceiro grau. Ele será transferido para o Hospital Municipal Pedro 2º. Os outros feridos, Cauan Emanuel Gomes Nunes, 14, e Francisco Diogo Alves, 15, estão em situação estável e, a pedido do Flamengo, serão transferidos para um hospital particular.

O elenco principal do Flamengo tinha treino programado para o Ninho do Urubu na manhã desta sexta-feira. A equipe faria, a partir das 9h30, seu último treinamento antes do clássico contra o Fluminense pela Taça Guanabara. A atividade foi transferida para o período da tarde.

O goleiro Christian Esmerio Candido, 15 anos, é a primeira vítima com identidade conhecida do incêndio que atingiu o Ninho do Urubu, segundo as agencias de noticias. Considerado um dos nomes maios promissores do sub-15, ele já havia sido convocado para a seleção brasileira algumas vezes e este era um dos orgulhos de sua carreira.

Reprodução/InstagramReprodução/Instagram
Cristian, que morreu durante incêndio no CT do Flamengo, posa ao lado do técnico Tite

 

A Ferj (Federação de Futebol do Rio de Janeiro) afirmou em sua conta no Twitter que as semifinais da Taça Guanabara, que seriam disputadas neste fim de semana, serão adiadas.

Também no Twitter, times de todo o Brasil e políticos, como a presidenta do PT, Gleisi Hoffmann, expressaram tristeza pela tragédia e postaram mensagens de solidariedade ao Flamengo e aos familiares das vítimas.

Zico

Ídolo do Flamengo, Arthur Antunes Coimbra, o Zico, lamentou o incêndio no Centro de Treinamento Ninho do Urubu e pediu apuração. "Que tragédia essa com a base do Flamengo! Que choque receber essa notícia aqui, do outro lado do mundo", afirmou Zico, que atualmente trabalha no Japão.

Usando sua conta no Facebook, o ex-jogador desejou "que Deus conforte os familiares que perderam seus filhos, netos, irmãos, sobrinhos,enfim parentes". Formado na base do Flamengo, Zico lembrou o sonho de muitos adolescentes de mudar de vida com o futebol: "Meninos que sonhavam com um futuro e muitos, sem dúvida, em ajudar suas famílias".

Zico cobrou a apuração do incêndio: "Que se apure tudo, pois uma tragédia como essa não pode passar em branco. Vidas se foram". Ele desejou que a "nação rubro-negra tenha força e fé para superar este momento".

carregando
carregando