• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

Fundação Perseu Abramo divulga pesquisa que revela desigualdades de raça e gênero

Reconexão Periferias e Reafro divulgam pesquisa que revela desigualdades entre os chamados “empreendedores”

Publicado: 22 Março, 2021 - 15h15 | Última modificação: 22 Março, 2021 - 15h24

Escrito por: Perseu Abramo

Marcelo Camargo/Agência Brasil
notice

O projeto Reconexão Periferias, da Fundação Perseu Abramo, e a Reafro (Rede Brasil Afroempreendedor) divulgam nesta quarta, dia 24 de março, uma pesquisa inédita que confirma que as desigualdades salariais e de oportunidades entre gêneros e raças existem também na parcela da população que trabalha por conta própria.

A pesquisa, intitulada Nas dobras da precariedade – Desigualdades regionais, de gênero, raça e classe no trabalho por conta própria no Brasil separou e analisou dados recentes da PNAD-C (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua), com recorte de raça e gênero.

Assim, foi possível decifrar um pouco da realidade das pessoas que atuam nesse setor, tratadas comumente como “empreendedoras”, termo que os autores da pesquisa consideram impreciso, por ocultar a precariedade de condições de trabalho, remuneração e suporte que caracteriza a vida da imensa maioria desses brasileiros e brasileiras. A pesquisa emprega os termos “viradores” e “conta próprias” para defini-los.

Alguns dados trazidos pela pesquisa:

- quase metade dos conta própria tem renda baixa, inferior a R$ 1.000,00 por mês (48%). Apenas 7% têm renda superior a R$ 4.000,00. Nos estratos intermediários, 30% têm renda entre R$ 1.001,00 e R$ 2.000,00 e 15%, entre R$ 2.001,00 e R$ 4.000,00, as faixas formando uma pirâmide;

- a discriminação racial e de gênero opera em conjunto nos conta própria: entre as mulheres cabeleireiras (negras e brancas) a renda está concentrada na primeira faixa (até R$ 1.000,00) mas é tanto maior quanto mais branco o grupo de trabalhadoras. E ainda, as cabelereiras são quase todas mulheres, mas, quando há homens brancos, é justamente nesse grupo que se concentra o segmento com renda maior que R$ 4 mil da categoria. (Essa lógica de no interior de uma mesma atividade as faixas de renda serem sempre menores para as mulheres negras e maiores para os homens brancos opera em todas as atividades).

Divulgaremos a pesquisa completa e um resumo comentado, incluindo gráficos, no início da tarde do dia 24. Na mesma data, a partir das 19h, os coordenadores e coordenadoras da pesquisa farão apresentação online dos resultados, quando poderão ser entrevistados.

Pauta

Divulgação da pesquisa: Nas dobras da precariedade – Desigualdades regionais, de gênero, raça e classe no trabalho por conta própria no Brasil
Quando: dia 24 de março, com distribuição para jornalistas a partir das 15 horas
Debate online: dia 24/03, às 19 horas acesse o link: https://meet.jit.si/ReafroEventos
Divulgação
Silvana Inácio – Assessoria de imprensa Reafro E-mail: silvana@sicomunicacao.com.br Cel: (011) 97688-3624
Isaias Dalle – Assessoria Fundação Perseu Abramo E-mail: isaiasdalle@gmail.com Cel: (011) 99101-3307