• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

Forte explosão mata mais de 100 pessoas em Beirute, no Líbano

Pelo menos 70 pessoas morreram e 4 mil ficaram feridas; explosão foi sentida a 200 km distância

Publicado: 05 Agosto, 2020 - 09h22 | Última modificação: 05 Agosto, 2020 - 09h28

Escrito por: Redação Brasil de Fato

Reprodução
notice

Ao menos 70 pessoas morreram e 4 mil ficaram feridas após uma explosão na zona portuária de Beirute, capital do Líbano, nesta terça-feira. As causas do incidente não estão ainda claras. 

Vídeos gravados no momento da explosão mostram uma enorme coluna de fumaça toando conta do horizonte. A explosão foi sentida até 200 km de distância do local.

O incidente ocorreu às 18h15 (horário local, 12h15 de Brasília) e suspeitas iniciais apontam para um depósito de materiais inflamáveis. A explosão ocorre dias antes de o Tribunal Especial para o Líbano, localizado na Corte Penal Internacional em Haia anunciar a sentença sobre respeito do assassinato do ex-premiê libanês Rafik Hariri, morto por um carro-bomba em 2005. 

O local onde ocorreu a forte explosão guardava 2.750 toneladas de nitrato de amônio, material altamente explosivo utilizado em equipamentos de detonação e fertilizantes. De acordo com o premiê Hassan Diab, o nitrato de amônio estava estocado sem "medidas preventivas".

“Não ficarei satisfeito até que achemos a pessoa responsável pelo que aconteceu, para responsabilizá-lo e impor as mais severas penalidades. É inaceitável que uma remessa de nitrato de amônio, estimada em 2750 toneladas, esteja presente por 6 anos em um armazém sem que fossem tomadas medidas preventivas que não pusessem em risco a segurança dos cidadãos”, afirmou o primeiro-ministro Hassan Diab.

Diab decretou estado de emergência na cidade por dois dias. Segundo o Ministério da Defesa do Brasil, uma brasileira ficou levemente ferida após a explosão, mas passa bem.

*Com informações do Opera Mundi