• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

Feriado de 9 de julho é antecipado para segunda e SP tem feriadão de 6 dias

Objetivo do feriadão é manter as pessoas em casa para reduzir a disseminação da Covid-19. A batalha maior é aumentar taxas de isolamento social mesmo em SP, epicentro da pandemia

Publicado: 22 Maio, 2020 - 09h55

Escrito por: Redação CUT

Reprodução
notice

A Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp) aprovou na noite desta quinta-feira (21), por 47 votos a favor e cinco contrários, projeto de lei do governador João Doria, que antecipa o feriado de 9 de julho a próxima segunda-feira (25), com o objetivo de manter as pessoas em casa e reduzir a disseminação do novo coronavírus.

Com a aprovação da Alesp, a cidade de São Paulo terá um feriadão de seis dias. O prefeito Bruno Covas (PSDB) antecipou para esta quarta e quinta os feriados de Corpus Christi (que seria em 11 de junho) e do Dia da Consciência Negra (comemorado em 20 de novembro).

Na capital, onde Covas já fez várias experiências para tentar aumentar os índices de isolamento social, única maneira de conter a propagação do vírus, entre elas o fracassado megarrodízio de carros, se o feriadão não der resultado, as autoridades já falam em decretar lockdown, que é o confinamento obrigatório, com previsão de multas e polícia nas ruas. Nestes casos, só sair de casa quem comprovar que precisa ir ao mercado, a farmácia ou ao hospital. Doria também analisa a medida que foi já adotada em estados como Maranhão e Pará.

No estado de São Paulo, epicentro da pandemia no país, onde os índices de isolamento estavam variando de 48% durante a semana, ou menos, para 50% nos finais de semana, 73.739 pessoas estão contaminadas e 5.558 morreram vítimas da Covid-19, doença provocada pelo novo coronavírus. Só entre quarta e quinta, o estado contabilizou 4.080 casos – 5,8% de aumento, e 195 novas mortes, um aumento de 3,6%

Na capital, esta sexta-feira é considerada ponto facultativo. Já nas sete cidades que compõem o ABC Paulista (Santo André, São Bernardo, Diadema, São Caetano, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra) o feriado de Corpus Christi foi antecipado para hoje, e não quarta. Com isso, a região, que fica na Grande São Paulo, terá um feriadão de quatro dias incluindo a próxima segunda.

Outras cidades da Grande São Paulo decretaram ponto facultativo nesta sexta. A medida foi definida pelo Cioeste, consórcio que reúne as cidades de Barueri, Carapicuíba, Cotia, Itapevi, Jandira, Pirapora do Bom Jesus, Osasco, Santana de Parnaíba e Vargem Grande Paulista.