MENU

Estão comemorando o quê na economia?, questiona o jornalista Luis Nassif

'Oba-oba em torno dos últimos resultados da economia é fruto de uma miopia padrão da mídia econômica', diz Nassif

Publicado: 05 Setembro, 2022 - 12h17 | Última modificação: 05 Setembro, 2022 - 14h54

Escrito por: Redação CUT | Editado por: Marize Muniz

Marcello Casal/Agência Brasil
notice

Em análise publicada no Jornal GGN, o jornalista Luis Nassif descontrói "o oba-oba" de parte da mídia em torno dos últimos resultados econômicos. Segundo ele, a comemoração "é fruto de uma miopia padrão da mídia econômica”. 

Na quinta-feira (1º), o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou que o PIB cresceu 1,2% no segundo trimestre deste ano, com destaque para indústria e serviços. O resultado do PIB reforçou as análises que Nassif chama de 'oba oba' sobre o desempenho da economia brasileira que muitos órgãos deram com destaque por ser, segundo eles, melhor do que era esperado na virada do ano. Antes, a queda da taxa do desemprego já havia ocupado as manchetes dos jornais sem qualquer critica a geração de empregos sem carteira assinada e à informalidade que bateram mais um recorde. 

“A represa tinha 20 metros de água. O nível caiu para 10. Aí subiu para 11 e comemora-se o sucesso”, explica de forma didática Nassif em seu texto que mostra que a economia não está bombando como alguns relatam. 

Utilizando uma série de gráficos e tabelas  da Pesquisa Mensal da Indústria do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) para destacar que “os indicadores que refletem efetivamente o mercado – os bens de consumo – registraram queda generalizada no período bolsonarista”.

“Houve um aumento em bens de capital. Mas Bens de Consumo sofreram queda de 8,5%; Duráveis caíram 22,7%; e Semiduráveis caíram 5,6%”, avalia Nassif. “Pergunto: estão comemorando o quê?”, questiona. 

Confira aqui a íntegra do texto.