• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

Estão abertas as inscrições para o 6º Encontro Nacional de Blogueiros

Com o tema “Em Defesa da Democracia e Contra os Retrocessos”, o encontro já tem Gleisi Hoffman, Manuela D’Àvila e Guilherme Boulos confirmados. A eleição de 2018 também está na pauta

Publicado: 09 Maio, 2018 - 12h01 | Última modificação: 09 Maio, 2018 - 12h19

Escrito por: Érica Aragão

Arte de divulgação do BlogProg
notice

Estão abertas as inscrições para o 6º Encontro Nacional de Blogueir@s e Ativistas Digitais, que acontecerá em São Paulo, nos dias 25 e 26 de maio. Com as presenças confirmadas da presidenta do Partido dos Trabalhadores (PT), senadora Gleisi Hoffman e dos pré-candidatos a presidência da República pelo PC do B, Manuela D’Ávila e pelo PSOL, Guilherme Boulos, o encontro, com o tema “em defesa da democracia e contra os retrocessos”, terá debates sobre a conjuntura, eleições 2018, democratização da comunicação e a produção e articulação das mídias alternativas, blogosfera, comunicadores e ativistas digitais.

 Para o secretário Nacional de Comunicação da CUT, Roni Barbosa, é fundamental a articulação de uma rede de comunicadores alternativos para disputar à narrativa da mídia comercial, que manipula e destrói a verdade baseada nos interesses próprios.

“Precisamos mostrar para a população que os ataques aos direitos dos trabalhadores realizados pelo governo ilegítimo de Michel Temer conta com o apoio mídia comercial e os blogueiros são uma alternativa importante”, destacou Roni.

 “De forma organizada, é a comunicação da CUT, com TVT e Rede Brasil Atual, dos blogueiros, de coletivos de comunicação, dos ativistas digitais, entre outras iniciativas, que fazem a verdadeira narrativa que ouve a realidade dos trabalhadores e do povo”, explicou Roni.

O secretário-adjunto de Comunicação da CUT, Admirson Medeiros, o Greg, que também é secretário de Comunicação do Fórum Nacional pela Democratização da Comunicação (FNDC), fez questão de frisar o papel da mídia alternativa no discurso do golpe.

“Fomos nós que denunciamos o golpe em 2016 quando quase ninguém acreditava, porque a mídia comercial defendeu e apoiou o impedimento da continuação do governo popular e hoje, através do Portal da CUT, das mídias alternativas, blogs e ativistas  quase metade da população já está convencida disso”, se referindo a pesquisa do Instituto da Democracia e da Democratização da Comunicação, parte do Programa de Institutos Nacionais de Ciência e Tecnologia (INTC), divulgada nesta semana.

 

Para a presidenta da Federação Nacional dos Jornalistas (FENAJ), Maria José Braga, a Zequinha, ao fazer essa discussão com blogueiros, a entidade reconhece os blogs como importantes ferramentas de produção de jornalismo, de disseminação de informações de qualidade e que cumpre o papel que a mídia comercial deveria cumprir.

“A FENAJ tem denunciado que a mídia hegemônica abriu mão de fazer jornalismo para fazer política e está claro que há uma tendência muito forte contra os partidos de esquerda e progressista e suas prováveis candidaturas”, destacou. Para ela, “é nosso papel, como jornalistas e comunicadores denunciar o partidarismo dos meios de comunicação e oferecer para a população informações de qualidade para garantir o direito da comunicação para todos e todas”, explicou Zequinha.

A presidenta do PT, Gleisi Hoffman disse que a batalha da comunicação é um dos maiores desafios e condenou o papel da mídia comercial, capitaneada pela Rede Globo de Comunicação, na participação do golpe que tirou a presidenta eleita Dilma Rousseff do poder sem ter cometido nenhum crime. Gleisi também reafirma a importância do tema na eleição em 2018.

“A democratização da comunicação no Brasil é uma das mais importantes bandeiras de luta dos movimentos sociais e populares e também compromisso essencial a ser assumido pelos próximos governos progressistas”, destacou Gleisi.

Para a coordenadora do Barão de Itararé e do Fórum Nacional pela Democratização da Comunicação, Renata Mielli, a realização deste 6º Encontro Nacional de Blogueir@s e Ativistas Digitais é fundamental porque acontece num cenário político complexo e na véspera de um processo eleitoral.

 “A marca desse encontro é daqueles que precisam defender a democracia, a diversidade, pluralidade e denunciar as violações da liberdade de expressão”, explicou a coordenadora do Barão de Itararé.

O evento acontecerá no Sindicato dos Engenheiros do Estado de São Paulo (Rua Genebra, 25).

O Barão de Itararé, responsável pela atividade, em parceria com o Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo (APEOESP) promove uma promoção. Os trinta primeiros pagantes, que não morarem na região da grande São Paulo, terão direito à hospedagem em local próximo ao evento.

 

Confira a programação completa e faça a sua inscrição.