• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

Em nota, CUT se solidariza aos familiares de Gustavo Codas

Gustavo Codas, que faleceu na noite de 11 para 12 de agosto, foi assessor da CUT, onde ajudou a construir a política internacional, a atuação da Central no Mercosul e na elaboração teórica e prática do FSM

Publicado: 12 Agosto, 2019 - 18h07 | Última modificação: 12 Agosto, 2019 - 19h08

Escrito por: CUT Nacional

Reprodução/Carta Capital
notice

Nota de pesar

A Central Única dos Trabalhadores (CUT) manifesta seu mais profundo pesar e soma-se à dor dos familiares e amigos do companheiro Gustavo Codas que faleceu na noite de 11 para 12 de agosto. Gustavo sempre foi capaz de encontrar e compartilhar a esperança e motivação necessárias aos que estavam sua volta na luta por “outro mundo possível” esse é lema do Fórum Social Mundial que o Gustavo e milhares de militantes ajudaram a construir, mas poderia também ser o lema do militante Gustavo.

Ser militante de esquerda na América latina significa ter coragem e determinação, qualidades que não lhe faltaram para enfrentar e sobreviver às ditaduras no Paraguai e no Brasil e para ajudar na construção de coalizões democráticas e populares que levaram a derrota do neoliberalismo da era FHC no Brasil.

Gustavo foi importante assessor internacional do ex-presidente Fernando Lugo, no Paraguai, e presidente da Itaipu período que marcou com a participação social e aprofundamento democrático do Paraguai. Durante as décadas que trabalhou na CUT, Gustavo foi importantíssimo para construir a política internacional, a atuação da CUT no Mercosul, principalmente na elaboração teórica e prática do Fórum Social Mundial. Ele também atuou fortemente na articulação da campanha continental contra a ALCA e na formação da Aliança Social Continental.

Vá em paz companheiro!

Gustavo Codas presente!

Central Única dos Trabalhadores – CUT Brasil