• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

Em março, mês mais letal da pandemia, Covid-19 matou mais de  62 mil brasileiros

Recorde anterior havia sido registrado em julho do ano passado, quando morreram mais de 32 mil pessoas no Brasil. Em 24 horas, quase 4 mil  pessoas perderam a vida pela doença nesta quarta

Publicado: 01 Abril, 2021 - 12h32 | Última modificação: 01 Abril, 2021 - 12h41

Escrito por: Redação CUT

Rovena Rosa/Agência Brasil
notice

No mês mais letal da pandemia, o Brasil registrou, em março deste ano, 62.918 mortes por Covid-19, doença provocada pelo novo coronavírus. Até agora, o mês com mais vidas perdidas tinha sido julho de 2020, com 32.912 vítimas fatais da doença, segundo dados são Conselho Nacional dos Secretários de Saúde (Conass).

Nesta quarta-feira (31), o país registrou mais um recorde de mortes. Foram 3.869 vítimas em 24 horas, totalizando 321.515 vidas perdidas para o vírus desde março do ano passado, segundo o Conass.

Dados do consórcio de imprensa apontam números ainda maiores: 66.868 mortes no mês de março deste ano contra 32.912 em julho do ano passado. E em 24 horas 3.950 mortes, totalizando 321.912.

Novos casos confirmados

O Conass registra em sua página que, em apenas 24 horas foram registrados 90.638 novos diagnósticos de Covid-19 nesta quarta, totalizando 12.748.787 pessoas contaminadas desde março do ano passado.

Também em relação ao número de casos, o consórcio de imprensa registra números maiores. De acordo com levantamento do consórcio, foram 89.200 novos casos nesta quarta, mas o total desde o início da pandemia é de 12.753.258 novos diagnósticos de Covid-19.

Dezesseis estados e o Distrito Federal estão com alta nas mortes: ES, MG, RJ, SP, DF, GO, MS, MT, AP, TO, AL, CE, MA, PB, PE, PI e RN.
 
O consórcio também levantou que onze estados estão em seu pior momento da pandemia até aqui, colocando como parâmetro a evolução da média móvel de mortes de cada um deles: DF, ES, GO, MA, MT, MS, MG, PB, PI, SC e SP.