• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

Doria demite 130 profissionais do Diário Oficial, em plena pandemia

Trabalhadores protestaram na manhã desta quinta-feira( 3), contra as demissões feitas pelo governador de São Paulo

Publicado: 03 Junho, 2021 - 12h34 | Última modificação: 03 Junho, 2021 - 15h03

Escrito por: Sindicato dos Jornalistas de São Paulo

Cadu Bazilevski
notice

Em plena pandemia, o governador de São Paulo, João Doria (PSDB) demitiu na quarta-feira (2) cerca de 130 trabalhadores entre gráficos e jornalistas da Imprensa Oficial do Estado de São Paulo.

Na manhã desta quinta-feira (3), a categoria protestou em frente à sede da empresa.

Cadu BazilevskiCadu Bazilevski

Doria fechou o parque gráfico da Imprensa Oficial do Estado  (Imesp) sepultando o trabalho editorial de excelência lá praticado, patrimônios do povo paulista. A Imesp era responsável, anteriormente pela publicação de livros da rede estadual de ensino, repassada a empresa privada a preços superiores. ´

Os jornalistas demitidos eram os responsáveis pelas matérias publicadas nas de páginas editoriais do Diário Oficial, que o governo paulista já havia interrompido anteriormente.

As demissões e a interrupção do serviço são frutos da lei que resultou na incorporação da Imesp pela Prodesp, outra empresa estatal.

O Sindicato e os jornalistas estão, desde de janeiro de 2019, lutando contra essa lei, em unidade com gráficos e outras categorias. 

Cadu BazilevskiCadu Bazilevski

A categoria também realiza uma assembleia virtual para decidir os rumos do movimento.