• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

CUT repudia decisão de criminalizar Lula por uma MP

Lula foi denunciado por reeditar a MP 471 que garantiu a manutenção de políticas voltadas para o fortalecimento do conteúdo nacional

Publicado: 12 Setembro, 2017 - 16h11 | Última modificação: 12 Setembro, 2017 - 16h14

Escrito por: CUT

CUT
notice

A CUT repudia a decisão do Ministério Público Federal do Distrito Federal (MP-DF) de criminalizar o ex-presidente Lula por uma Medida Provisória que atendia os interesses da classe trabalhadora brasileira e contribuiu para o desenvolvimento das regiões mais carentes do Brasil.

Lula foi denunciado por reeditar a MP 471 que garantiu a manutenção de políticas voltadas para o fortalecimento do conteúdo nacional e de incentivo a empresas que levaram seu parque industrial para as Regiões Norte, Nordeste e Centro Oeste. Isso contribuiu decisivamente para o desenvolvimento regional e, consequentemente, inclusão, justiça social e geração de emprego e renda.

A nota de repúdio da Confederação Nacional dos Metalúrgicos da CUT (CNM-CUT) foi precisa ao apontar abusos e perseguição de parte dos membros do Ministério Público a Lula e ao PT, ao lembrar que a denúncia de que houve negociação de vantagens indevidas na elaboração da MP é velha. A mesma suspeição havia sido levantada em 2015 pela Polícia Federal e nada foi provado.

Confira a nota da CNM-CUT aqui.

carregando