• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

 CUT lamenta a morte da companheira Lígia Deslandes, da CUT-RJ

Lígia foi um exemplo de dedicação, de luta e comprometimento com as causas dos trabalhadores e das trabalhadoras e contra as injustiças sociais, diz a nota assinada pela Executiva Nacional da CUT

Publicado: 22 Abril, 2021 - 16h40 | Última modificação: 22 Abril, 2021 - 16h56

Escrito por: CUT Nacional

Reprodução
notice

É com profundo pesar que comunicamos a morte da nossa companheira Lígia Deslandes, 59 anos, secretária-Geral da CUT-RJ e membro da direção nacional da CUT.

Lígia é mais uma vítima da Covid-19 e da política desse governo genocida que também é responsável pelas mais de 381 mil  mortes por complicações causadas pela doença no país.

Diretora do Sindicato dos Trabalhadores no Comércio de Minérios e Derivados de Petróleo do Estado do Rio de Janeiro (Sintramico), Lígia foi um exemplo de dedicação, de luta e comprometimento com as causas dos trabalhadores e das trabalhadoras e contra as injustiças sociais. Ela deixa um enorme exemplo para toda a militância atual e futura da CUT.

É preciso se indignar, é necessário se revoltar, lutar e não permitir que tantas mortes sejam naturalizadas.

Aos familiares, amigos e companheiros da Lígia toda a nossa solidariedade. Sua luta não foi e não será em vão.

Ligia, presente!

Fora, Bolsonaro!

Executiva Nacional da CUT