• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

CUT condena repressão e violência contra manifestantes no Chile

CUT presta apoio e solidariedade aos companheiros chilenos e exige a liberação da vice-presidenta internacional da CUT Chile, Tamara Muñoz, e todos os presos na manifestação

Publicado: 05 Setembro, 2019 - 17h59

Escrito por: CUT Nacional

Reprodução/Facebook
notice

 

A Central Única dos Trabalhadores, CUT Brasil, condena o ataque e a repressão violenta contra as manifestantes e os manifestantes e a prisão de dirigentes sindicais da CUT Chile durante uma manifestação realizada nesta quinta-feira (5), contra a flexibilização e a precarização do trabalho e pela defesa das liberdades e direitos fundamentais.

Demandamos das autoridades chilenas a libertação imediata da vice-presidenta internacional da CUT Chile, Tamara Muñoz, e de todos os presos durante a repressão contra a manifestação dos companheiros e companheiras chilenos.

A CUT Brasil presta seu apoio e solidariedade a CUT Chile e as trabalhadoras e trabalhadores chilenos em suas lutas por direitos e liberdades, incluindo seu direito democrático de manifestação.

Antonio Lisboa, secretário de Relações Internacionais da CUT Brasil

Ariovaldo de Camargo, secretário-Adjunto de Relações Internacionais da CUT Brasil