• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

CONTAG reivindica reposição orçamentária contra fechamento de armazéns da Conab

Documento será entregue à ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Tereza Cristina

Publicado: 10 Setembro, 2019 - 17h18 | Última modificação: 10 Setembro, 2019 - 17h24

Escrito por: Contag

Reprodução
notice

Em audiência pública realizada nesta terça-feira(10), que contou com a presença da Confederação Nacional dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares (CONTAG), foi encaminhada a construção pela Comissão da Agricultura, Pecuária e Abastecimento da Câmara dos Deputados, de uma documento que solicitará ao governo federal a reposição orçamentária para impedir o fechamento de unidades da rede de armazéns da Conab e outras políticas públicas a cargo da empresa. Ainda sem dada marcada, o documento será entregue à ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Tereza Cristina.

De acordo com o deputado e um dos requerentes da audiência Frei Anastácio (PT/PB), o pedido teve como base uma nota feita pela Conab que anunciou a implementação de um estranho “Plano de Modernização” da empresa. “O que está por traz desse Plano? Querem extinguir e privatizar os serviços de 39 armazéns nas cinco regiões do Brasil?”, questiona o parlamentar.

O secretário de Política Agrícola da Confederação Nacional dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares (CONTAG), Antoninho Rovaris, destacou em sua fala a importância da entrega do documento ao governo federal. “Com o peso do Congresso Nacional, esperamos que a ministra reavalie essa questão”, pontuou.

Antoninho disse que se governo continuar mantendo essa estratégia de corte orçamentário para setores estratégicos do campo, comprometerá o futuro da agricultura familiar no Brasil. “Além da ameaça de fechamento de armazéns da Conab, estão sendo acabadas outras políticas públicas voltadas para a agricultura familiar, o que com consequentemente compromete o futuro dela. Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), Conselho Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (Consea), Conselho Nacional de Desenvolvimento Rural Sustentável (Condraf), Comitê Gestor do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA). Tudo isso foi para o ralo, foi desmonte praticado pelo atual governo. Um assunto tão importante, não diz respeito apenas ao governo, mas à Conab, e de uma maneira geral à sociedade brasileira”, denunciou o representante da CONTAG.

Outra preocupação trazida pelo representante da CONTAG se refere ao anúncio do Plano Safra 2019/2020 unificado, que não reconheceu a agricultura familiar, mas apenas a agricultura patronal. Caminho que segundo Antoninho abre brecha para o desmonte da Conab e de outras políticas públicas e programas específicos da agricultura familiar.

Também foram convidados para a audiência, o diretor de Operações e Abastecimento da Conab, Bruno Scalon Cordeiro; o diretor de Política Agrícola e Informações da Conab, Guilherme Soria Bastos Filho; e o presidente da Coordenação da Confederação Nacional da Agricultura Familiar do Brasil (Contraf), Marcos Rochinski.

Além do deputado Frei Anastácio, a audiência também atende requerimento dos deputados João Daniel (PT-SE) e Célio Moura (PT-TO).

Assista no AQUI a transmissão da audiência