• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

Com pandemia fora de controle, Brasil se aproxima de 70 mil mortes

Segundo novo relatório da Organização Mundial da Saúde (OMS), o Brasil foi líder em novas mortes registradas em 24 horas pelo sétimo dia consecutivo

Publicado: 10 Julho, 2020 - 11h46 | Última modificação: 10 Julho, 2020 - 12h53

Escrito por: Redação CUT

Bruno Kalli - Fotos Públicas
notice

O Brasil se aproximou da marca de 70 mil mortes de homens, mulheres e até crianças, em decorrência do novo coronavírus (Covid 19). Nesta quinta-feira (9), o país registrou mais 1.220 mortes e 42.619 novos casos da doença em 24 horas. É o terceiro dia seguido que o país soma mais de 1,2 mil óbitos, o que indica que a pandemia ainda está fora de controle.

Os dados do Ministério da Saúde mostram que o total de vítimas fatais da Covid-19 no Brasil chegou a 69.184 e o número de infectados agora é de 1.755.779 pacientes. Ainda segundo o Ministério, o país tem hoje 632.552 pacientes em acompanhamento, enquanto 1.054.043 já são considerados como recuperados da doença.  

Já o novo relatório da Organização Mundial da Saúde (OMS), aponta que o Brasil foi líder em novas mortes registradas em 24 horas pelo sétimo dia consecutivo, desta vez com 1.254 vítimas fatais. Em seguida vêm os Estados Unidos (930) e o México (895) como os países que mais  tiveram óbitos contabilizados nas últimas 24 horas.

No total de casos confirmados da doença, de acordo com a OMS, os Estados Unidos mantêm a liderança com  2.973.695 casos e  130.893 mortes, seguido do  Brasil com 1.668.589 casos e  66.741 mortes.

Aumenta casos no Sul do país

O Sul do Brasil teve o segundo dia seguido com recorde de mortes por Covid-19 em 24h. Foram 94 óbitos contabilizados pelas secretarias estaduais, uma a mais que ontem.

O Rio Grande do Sul voltou a bater novo recorde de mortes. Na quarta-feira (8), foram registradas 37 vítimas fatais. Na quinta (9) subiu para 45 o número de óbitos. No total, o estado contabiliza 825 mortes e 35.557 casos confirmados de coronavírus.

No Paraná, foram 34 óbitos contabilizados, número menor que o dia anterior (43 mortes). Em Santa Catarina, 15 novas vítimas fatais da Cvid-19 nas últimas 24 horas, no dia anterior foram 13.

O estado registra 38.408 mil casos e 447 mortes e taxa de ocupação dos leitos de UTI é de 67,7%. Até agora a rede pública contabilizou a recuperação de 31.616 pessoas que haviam sido contaminadas.

A capital, Florianópolis, tem 1.905 casos da doença e 22 mortes, a taxa de ocupação nas UTIs é de 97,16%.

Em Minas Gerais, estado que vinha mantendo o controle da pandemia no início, o número de mortes teve um salto nesses últimos dias. São mais de 70 mil casos de Covid-19 e mais de 1.500 pacientes morreram por causa da doença no estado. Foram 3.222 casos e 59 mortes a mais em 24 horas.

São Paulo abrirá parques

Nesta quinta-feira (9), o prefeito da capital paulista Bruno Covas (PSDB) reabrirá 70 parques e academias, a partir desta segunda-feira (12) , enquanto os casos sobem no interior do estado.

A cidade ainda tem o maior número de casos do país, mas segundo pesquisadores, a pandemia vem reduzindo o ritmo de disseminação.

O estado registrou nesta quinta-feira (9) mais 330 óbitos provocados pelo coronavírus, fazendo com que o total de vítimas da doença chegasse a 17.118. O número de casos em São Paulo é de 349.715, com aumento de 8.350 diagnósticos nas últimas 24 horas