MENU

Com canetada, Lira concede a Bolsonaro mais de R$ 30 mil de aposentadoria

Bolsonaro, que já recebe quase 12 mil como capitão de reserva do Exército e é autor da reforma da Previdência que tirou de milhões o direito de se aposentar, ganhará mais de R$ 42 mil de aposentadoria

Publicado: 02 Dezembro, 2022 - 12h50 | Última modificação: 02 Dezembro, 2022 - 13h29

Escrito por: Redação CUT | Editado por: Marize Muniz

Reprodução
notice

Com uma canetada, o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), concedeu mais de R$ 30 mil aposentadoria parlamentar a Jair Bolsonaro (PL), que exerceu o cargo de deputado federal de 1991 a 2018 e está no último mês do mandato como presidente da República, já que perdeu a eleição para Lula (PT).

O ato de Lira é datado de 30 de novembro, mas foi publicado na edição do Diário Oficial da União desta sexta-feira (2). De acordo com a Folha de S. Paulo, o benefício mensal a ser recebido por Bolsonaro deverá ser superior a R$ 30 mil, já que, segundo o documento, “os proventos correspondem a 32,50% do subsídio parlamentar, acrescidos de 20/35 da remuneração fixada para os membros do Congresso Nacional”. 

O benefício concedido por Lira se somará à aposentadoria que Bolsonaro já recebe por ser capitão reformado do Exército, de R$ 11.945,49.

Com isso, Bolsonaro, que é autor da reforma da Previdência que tirou de milhões o direito de se aposentar, ganhará mais de R$ 42 mil de aposentadoria.

Leia mais: Herança maldita: Reforma da Previdência de Bolsonaro é mais cruel para os pobres

Reforma da Previdência de Bolsonaro completa 3 anos de maldade contra os mais pobres

E como ex-presidente da República, Bolsonaro ainda terá direito a seguranças e carros oficiais custeados pela União.