• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

Com 29.015 casos e 1.760 mortes, Brasil é o 13º no ranking mundial da Covid-19

País ultrapassou o Canadá, que tem agora 28.379 casos e 1.010 mortes no triste ranking dos países mais afetados pelo novo coronavírus e isso no momento em que Brasília vive uma enorme briga política

Publicado: 16 Abril, 2020 - 11h37

Escrito por: Redação CUT

Reprodução
notice

Em meio a briga por poder entre Jair Bolsonaro e seu ministro da Saúde, Luiz  Henrique Mandetta, que deve ser demitido ainda esta semana, os casos confirmados e as mortes por Covid-19, doença provocada pelo novo coronavírus, aceleram e o Brasil ultrapassa o Canadá e ocupa a 13ª posição no ranking dos países com mais infectados e mortos.

O Brasil tem 29.015 casos confirmados e 1.760 mortos contra 28.379 do Canadá, onde morreram 1.010 pessoas. Só nas últimas 24 horas, 204 brasileiros morreram vítimas de Covid-19, de acordo com o balanço das secretarias estaduais de Saúde. E os números podem ser muito maiores. Os testes no país são feitos em quem está internado e muitos foram enterrados sem resultados dos exames.

No mundo todo foram registrados pelo menos 2.081.969 e 138.487 mortes, segundo a Universidade de Johns Hopkins University (UJH), dos EUA.

São Paulo no epicentro da crise

Em São Paulo, estado mais populoso do Brasil, os casos de coronavírus continuam subindo e preocupam as autoridades de saúde. Já 11.043 casos e um total de 778 mortes. Depois de São Paulo, o estado com o maior número de mortes é o Rio de Janeiro, com 265. Na sequência, vêm Pernambuco, com 143; Ceará, com 116; e Amazonas, com 106.

A pandemia chegou às regiões mais vulneráveis da cidade de São Paulo e o resultado foi muitas mortes, o que explica a subida em 81,7% em uma semana, segundo o jornal Folha de São Paulo.

Em Brasilândia, comunidade da zona norte de São Paulo, foram registrados 33 óbitos em apenas sete dias. Isso mostra que a pandemia se alastrou para a periferia. As zonas norte e leste são as áreas mais atingidas.

No início da madrugada desta quinta-feira (16), o Pará divulgou 103 novos casos e chegou a 487 infectados. O estado não confirmou novas mortes.

Saúde à beira do colapso no Rio

No Rio de Janeiro, na rede municipal de saúde, 97% dos 70 leitos de UTI -  e 80% dos 110 leitos de enfermaria estão cheios, mas ainda há poucas vagas.

O Rio de Janeiro é o segundo estado mais afetado pela pandemia, ficando atrás só de São Paulo.

Mundo

Nesta quinta-feira (16), os Estados Unidos registraram um novo recorde com quase 2.600 mortes provocadas pelo novo coronavírus nas últimas 24 horas.

É o pior boletim diário para um país em todo o mundo, de acordo com a contagem na Universidade Johns Hopkins.

Com isso, os EUA já chegam a 28.325 mortes, mais do que qualquer outro país. Depois vem a Itália, com 21.645 óbitos, seguida pela Espanha, com 18.812.