• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

Cidades sofrem apagão de energia. Não há relação com a crise hídrica. diz ONS

No entanto, nível de represas segue em queda e atinge situação preocupante

Publicado: 20 Setembro, 2021 - 09h08 | Última modificação: 20 Setembro, 2021 - 09h13

Escrito por: Redação RBA

Reprodução
notice

O Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) informou neste domingo (19) que o apagão que atingiu municípios da região Sudeste na noite de ontem não tem relação com a crise de falta de água no país. De acordo com o ONS, o que aconteceu foi um “desligamento total” da subestação de Rocha Leão, localizada em Rio das Ostras (RJ) e pertencente a Furnas. A empresa também falou em falha nessa subestação, que fica na chamada Região dos Lagos fluminense.

Ainda segundo o operador, o desligamento ocorreu `às 21h21, atingindo dezenas de cidades do Rio de Janeiro e de Minas Gerais. O abastecimento teria se normalizado às 22h32. As causas da falha ainda serão apuradas. Apenas em Minas, pelo menos 62 municípios foram atingidos, além de 13 no Rio, entre os quais Búzios, Nova Friburgo e Teresópolis.

Ainda que não tenha relação com o episódio ocorrido neste final, o nível dos reservatórios é considerado muito preocupante. Ontem, reportagem do Jornal Nacional, da TV Globo, mostrou a hidrelétrica de Ilha Solteira, a maior do estado de São Paulo, praticamente a zero, perto do chamado “volume morto”. Assim, a hidrovia Tietê-Paraná, importante rota de escoamento de produção, teve de parar. Isso aconteceu também em 2014, interditando a hidrovia por quase dois anos.

Com isso, cresce o risco de ser decretado racionamento de energia. Por enquanto, as declarações do governo sobre o tema são contraditórias. De concreto, a conta de luz bem mais cara.