• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

Campanha ‘Natal Sem Fome’ alerta para aumento da fome e insegurança alimentar

Prazo para arrecadação de alimentos para Campanha Natal Sem Fome foi estendido até esta quarta-feira (23)

Publicado: 23 Dezembro, 2020 - 11h43

Escrito por: Felipe Mascari - RBA

Raquel Júnia/Radiojornalismo EBC
notice

O tema da segurança alimentar e da fome voltou com força no Brasil após inação dos governos de Michel Temer e de Jair Bolsonaro em relação à questão. Após dez anos de paralisação, a ONG Ação da Cidadania retomou a campanha Natal Sem Fome em 2017 e volta neste a promover uma nova mobilização.

Com o lema “Quem tem fome, tem pressa”, a campanha deste ano foi iniciada em outubro e já arrecadou 1,5 mil toneladas de alimentos. A coordenadora de projetos da ONG, Jeniffer Barboza, afirma que a ação deste ano se tornou mais importante por conta da pandemia de covid-19.

“A campanha foi criada quando 32 milhões de brasileiros passavam fome, na década de 1990. Hoje, 80 milhões de pessoas estão em algum nível de insegurança alimentar. Então, é uma responsabilidade nossa e de todas as pessoas combater essa questão pulsante no país”, afirmou, em entrevista ao Jornal Brasil Atual.

Após o impeachment da ex-presidenta Dilma Rousseff, o cenário econômico e social fez com que o Brasil voltasse ao Mapa da Fome e medidas como a extinção do Conselho Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (Consea) e a redução das compras públicas de alimentos e dos estoques reguladores agravaram ainda mais o quadro.

Para a coordenadora da Ação da Cidadania, com o fim do auxílio emergencial, a situação se torna mais complicada para o próximo ano. “Mais da metade dos domicílios em insegurança alimentar são chefiados por mulheres e pela população negra. São seis milhões de crianças que estão nesses lares e, com a pandemia, essa crise é ainda mais potencializada. A nossa campanha busca resolver a questão da fome, mas também trazer holofotes para essas questões alarmantes sobre a insegurança alimentar no Brasil, além de conclamar a administração pública para elaborar novas políticas que deem conta desse problema”, disse.

Campanha Natal Sem Fome

A Ação da Cidadania é uma ONG fundada em 1993 por iniciativa do sociólogo Herbert de Souza, bastante conhecido como Betinho. O principal objetivo desta instituição é o combate à fome e às desigualdades do Brasil. Desde sua fundação, a entidade deu início a uma série de iniciativas de arrecadação de recursos para este combate.

O prazo para a arrecadação de alimentos destinados à Campanha Natal Sem Fome foi estendido até esta quarta-feira (23). Os interessados em doar, seja individualmente, em grupos ou empresas, devem acessar o site do Natal Sem Fome ou o site do Inec, na seção da campanha. No ano passado, foram arrecadados 941.706 quilos de alimentos nacionalmente.

A Ação da Cidadania também realizou parcerias para ações com o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST). Na semana passada, foram entregues às famílias da periferia de Porto Alegre cerca de 12 toneladas de produtos da reforma agrária, além de 50 caixas de hortaliças orgânicas.

Segundo os organizadores, o Natal Sem Fome doou mais de 32 milhões de quilos de alimentos até hoje, estando presente nos 26 estados brasileiros e no Distrito Federal.