• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

Caminhada contra o golpe precederá abertura da Olimpíada

A concentração será em frente ao hotel Copacabana Palace, às 11h

Publicado: 02 Agosto, 2016 - 17h07 | Última modificação: 02 Agosto, 2016 - 17h39

Escrito por: CUT

Imagem: CUT
notice

Na próxima sexta-feira (5), o Rio de Janeiro viverá uma data histórica. A cidade dará a largada à primeira Olimpíada em solo brasileiro. Porém, antes da cerimônia de abertura do evento, um ato partirá de Copacabana para alertar ao mundo o golpe em curso no Brasil.

Organizado pelas Frentes “Brasil Popular”, “Povo sem Medo” e “De Esquerda”, a manifestação terá três eixos: “Fora Temer”, “Nenhum direito a menos” e “Contra a calamidade olímpica”. A concentração será em frente ao hotel Copacabana Palace, às 11h.

Para a sociedade que defende a volta da democracia ao país, a oportunidade será única para romper o silêncio imposto pela mídia nacional que blinda o governo do golpista Michel Temer, aponta o secretário-geral da CUT, Sérgio Nobre.

“Os olhares críticos sobre o golpe durante todo o processo sempre vieram da mídia internacional, que não é financiada por quem sustentou o impeachment. Essa também será uma oportunidade de mostrarmos à sociedade que fica confusa diante de tanta desinformação o que realmente ocorreu no país”, apontou o dirigente.

Durante o trajeto da caminhada, haverá intervenções culturais para fazer do ato algo lúdico e distante dos discursos endurecidos que, muitas vezes, não atinge aqueles que são as principais vítimas do golpe: os mais pobres.