• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

Brasil tem mais de 590 mil mortos por Covid-19, mas média de óbitos está em queda

São Paulo lidera a lista com 148.099 óbitos, seguida pelo Rio de Janeiro (64.895), Minas Gerais (54.080) e Paraná (38.456)

Publicado: 20 Setembro, 2021 - 11h55 | Última modificação: 20 Setembro, 2021 - 11h58

Escrito por: Redação CUT

Alex Pazuello/Semcom
notice

O Brasil ultrapassa 590 vidas perdidas para a Covid-19 e mais de 21 milhões de casos confirmados desde o início da pandemia, mas a média móvel de mortes e casos continuam em queda em meio ao avanço da vacinação.

Neste domingo (19), foram registradas 239 mortes por Covid-19, totalizando 590.786 óbitos.

Com média de 565 óbitos por dia, o país tem uma queda de 7% em comparação em a duas semanas atrás, o que indica tendência de estabilidade. 

Também em 24 horas, o número de diagnósticos registrados passou de 125 mil após ajuste em sistema que passou a contar casos represados. No total, o país contabiliza 21.227.589 casos de coronavírus, segundo balanço do consórcio de imprensa.

A média móvel foi de 34.127 diagnósticos positivos, um aumento de 67% em comparação ao índice de duas semanas atrás.

Além dos dados represados do Rio, Paraíba e Pernambuco explicaram que seu alto números de casos registrados se deve a instabilidades no sistema e-SUS Notifica, plataforma do Ministério da Saúde que realiza o registro dos casos leves. Por conta disso, as secretarias tiveram dificuldade de divulgar os diagnósticos positivos ao longo da semana.

Em relação ao número de mortes, o estado de São Paulo lidera a lista com 148.099 óbitos, Rio de Janeiro (64.895), Minas Gerais (54.080) e Paraná (38.456). As unidades da Federação com menos óbitos são Acre (1.817), Amapá (1.969), Roraima (1.987) e Tocantins (3.738).

Em número de casos, São Paulo também lidera (4.350.530), seguido por Minas Gerais (2.112.043), Paraná (1.490.543) e Rio Grande do Sul (1.428.678).

Delta é responsável por mais de 99% dos casos nos EUA

Pela terceira semana seguida, o Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos (CDC) aponta que a variante Delta é responsável por mais de 99% dos novos casos de Covid-19 sequenciados no país ao longo das últimas três semanas.

A análise mais recente estende a lupa sobre o período de sete dias encerrado em 11 de setembro, quando a variante Delta foi atribuída como responsável por 99,4% dos casos. Na semana anterior — encerrada em 4 de setembro — a detecção foi em 99,3% dos diagnósticos, mesma média determinada  no período até 28 de agosto. 

Na semana encerrada em 12 junho, a cepa era responsável por um número muito menor de casos: 25,7%, de acordo com o mesmo CDC.

A Delta foi inicialmente identificada na Índia, país que passou por um grande surto da Covid-19 no início de 2021. A cepa preocupa a  Organização Mundial da Saúde (OMS) e há estudos que a apontam como duas vezes mais propensa de levar à internação do que a variante Alfa (inicialmente identificada no Reino Unido).

Vacinação

Vinte e três unidades federativas do Brasil atualizaram seus dados sobre vacinação contra a Covid-19 neste sábado. Em todo o país, 141.453.669 pessoas foram parcialmente imunizadas com a primeira dose de uma das vacinas, o equivalente a 66,31% da população brasileira. Já 80.054.632 pessoas estão totalmente imunizadas (com as duas doses ou com a vacina de dose única), ou seja, 37,53% da população nacional.