• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

Bolsonaro fala mentiras na TV e é recebido com um grande panelaço

Enquanto presidente dizia mentiras como ‘sempre defendi as vacinas’, brasileiros protestavam contra a falta de medidas efetivas por parte do governo federal para combater pandemia da Covid-19

Publicado: 24 Março, 2021 - 09h21 | Última modificação: 24 Março, 2021 - 10h07

Escrito por: Redação CUT

Reprodução/Sâmia Bomfim
notice

No dia mais letal da pandemia do novo coronavírus no Brasil, o presidente Jair Bolsonaro (ex-PSL) resolveu fazer um pronunciamento em cadeia nacional de TV na noite desta terça-feira (23) para falar mentiras sobre como seu governo vem combatendo a crescente disseminação do vírus.

Com quase 300 mil vidas perdidas para a Covid-19, 3.251 delas registradas em apenas 24 horas, entre a segunda e a terça, Bolsonaro foi recebido com panelaços e gritos de ‘genocida’, ‘assassino’ e ‘Fora, Bolsonaro’ em todas as regiões do país.  

Em sua fala, Bolsonaro afirmou, sem fornecer qualquer detalhe ou datas, que o país, em breve, irá produzir insumo ativo de vacinas contra o novo coronavírus, o que irá acelerar a imunização da população brasileira e reduzir a dependência de vacinas importadas.

Enquanto isso, crescia nas casas e apartamentos  a intensidade dos protestos contra a  falta de medidas efetivas do governo federal para combater a Covid-19, contra a sabotagem do presidente a medidas tomadas pelos governadores para conter a disseminação do vírus, a falta de vacinas e a situação caótica na rede pública hospitalar brasileira, onde faltam medicamentos até para sedar os pacientes que serão intubados, para dor e para tudo.

Teve panelaço em São Paulo, inclusive em bairros de classe média e média alta como como Santa Cecília e Higienópolis (região central), Perdizes (zona oeste), Saúde (zona sul) e Tatuapé (zona leste), em Santana (zona norte) e no Ipiranga (zona sul).

Em Brasília, houve panelaço na Asa Norte; no Rio de Janeiro, em Laranjeiras, Copacabana e outros bairros; no Recife, em Curitiba, em Belo Horizonte, em Salvador, em Porto Alegre e em Belém a população também protestou.

Veja, abaixo, vídeos do "panelaço" ocorrido durante o pronunciamento presidencial em algumas das principais cidades brasileiras.

Panelaço em Salvador

 

Aclimação - SP

 

Confira outros vídeos no perfil do Facebook da CUT Brasil e no BdF