• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

Bolsonaro é recepcionado no ES com outdoors pedindo “Fora, Bolsonaro”

São pelo menos 44 outdoors espalhados pela capital e interior do Estado. Um deles diz: “O senhor das mortes chefiando o país”

Publicado: 11 Junho, 2021 - 11h56 | Última modificação: 11 Junho, 2021 - 12h20

Escrito por: Redação CUT

Reprodução
notice

“Fora, Bolsonaro” e “O senhor das mortes chefiando o país” são algumas mensagens que constam dos cerca de 44 outdoors espalhados por  Vitória, capital do Espírito Santo, e também no interior, para recepcionar o presidente Jair Bolsonaro (ex-PSL), nesta sexta-feira (11), em sua primeira visita ao estado.

Por causa do outdoor “O senhor das mortes chefiando o Brasil”, a Polícia Federal e o Ministério da Justiça, a pedido do presidente Jair Bolsonaro (ex-PSL), abriram um inquérito criminal contra a professora da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE), Erika Suruagy. O inquérito foi arquivado  pelo juiz da 15ª Vara Federal de Brasília, Francisco Codevila, a pedido do Ministério Público Federal (MPF) e voltou às ruas do país inteiro.

ReproduçãoReprodução

As manifestações de protesto foram colocadas em pontos estratégicos por onde possivelmente o presidente passará e a ideia contou com apoio de 200 pessoas ligadas a entidades capixabas e também moradores, segundo um dos organizadores e patrocinadores da ação, o advogado André Moreira. "Em reunião com alguns movimentos, decidimos demonstrar a nossa insatisfação. Fizemos uma arrecadação de fundos. Tivemos altos valores, mas também gente doando R$ 5", disse ele ao UOL.

De acordo com Moreira, o grupo formado por sindicatos, associações e movimentos de rua, além de empresários, decidiu inicialmente que faria 14 outdoors. Outro grupo colocou mais oito outdoors na capital e depois esse número aumentou com o apoio de sindicatos, chegando a 44.

"Fizemos contato com eles e juntos conseguimos contratar mais dois letreiros. Movimentos sindicais também instalaram mais dez na capital e outros dez no interior do estado", concluiu o advogado.