• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

'Bolsonaro e Moro fizeram acordo espúrio', afirma Gleisi

Presidente do PT diz que ex-juiz da Lava Jato Sergio Moro atuou movido a interesse em projeto de poder. "Por isso que ele prendeu Lula"

Publicado: 14 Maio, 2019 - 09h52

Escrito por: Redação RBA

Divulgação
notice

A promessa do presidente, Jair Bolsonaro (PSL), de indicar seu ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, para uma vaga no Supremo Tribunal Federal (STF), continua sendo alvo de críticas. A presidenta do PT, deputada Gleisi Hoffmann (PR), afirmou, em vídeo divulgado nesta segunda-feira que Moro e Jair Bolsonaro fizeram um acordo espúrio. "Foi por isso que ele prendeu o ex-presidente Lula. A situação é escandalosa", disse.

Gleisi lembrou do histórico de Moro que, antes de ser chamado para integrar o ministério de Bolsonaro, movimentou todo o aparato judicial a sua disposição para atacar o PT e levar Lula à prisão, mesmo com um processo considerado frágil por juristas e com uma sentença com falhas, cheia de convicções e carente de provas. "Moro não pode ser ministro do Supremo, porque ele faz política e não justiça. O processo de Lula é viciado, tem erros, feito para prendê-lo para que Bolsonaro fosse eleito."

A parlamentar cita passagem do Código Penal em que se enquadra a conduta de Moro como corrupção. "O texto da lei diz: 'Solicitar ou receber, para si ou para outrem, direta ou indiretamente, ainda que fora da função, ou antes de assumi-la, mas em razão dela, vantagem indevida ou aceitar promessa de tal vantagem'. É nisso que incorreu Moro ao aceitar, ou pedir para Bolsonaro, ir ao STF."

A próxima janela que Moro deve ser beneficiado por Bolsonaro abre em 2020, com a aposentadoria do decano Celso de Mello. O emprego no Supremo é vitalício, e recebe o salário máximo do funcionalismo público no Brasil. "Gente, isso é uma coisa inexplicável do ponto de vista da Justiça e da política. Que Justiça é essa que coloca um algoz, que prendeu Lula para que ele não disputasse as eleições, para que Bolsonaro pudesse ganhar, e agora, presidente, Bolsonaro dá como prêmio para Moro a vaga vitalícia. Um bom salário e poder."

Como resultado dessa aliança de benefícios mútuos entre Bolsonaro e Moro, está o cenário atual do país, como afirma Gleisi. "Bolsonaro foi eleito graças a Moro e graças às fake News disseminadas através das redes sem nenhuma fiscalização. O desmonte que está acontecendo na Saúde, na Educação, na Economia, é em razão disso tudo. Vamos falar sério. Ontem, fez três anos que Dilma foi afastada. Disseram que o Brasil ia melhorar. Me digam o que melhorou. Falem sobre economia. Temos 13 milhões de desempregados, temos a renda do povo caindo a cada dia. A maioria do povo brasileiro está em trabalho informal e precário. A indústria brasileira está derretendo, a construção civil está no chão, não tem crédito, só para ricos. Acabaram com o Minha Casa Minha Vida. Estão fazendo guerra contra a Educação, contra universidades e Institutos Federais."