• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

Avança a luta por energia na Ocupação Douglas Rodrigues, na Vila Maria, em SP

Movimento operário italiano presta solidariedade e pressiona direção da Enel, empresa italiana com sede em Roma que atua na geração e distribuição de energia elétrica e de gás natural

Publicado: 22 Julho, 2021 - 13h03 | Última modificação: 22 Julho, 2021 - 13h13

Escrito por: Redação CUT

Reprodução
notice
 

A luta das mais de 2,5 mil famílias da Ocupação Douglas Rodrigues, no bairro Parque Novo Mundo, na Vila Maria, em São Paulo, impedidas de ter acesso à rede regular de energia, sensibilizou sindicalistas italianos que atuam na multinacional Enel, gigante italiana com sede em Roma que atua na geração e distribuição de energia elétrica e comprou a Eletropaulo.

A Federação Nacional de Eletricitários da Itália, a Central Sindical Italiana CGIL e outras organizações internacionais enviaram uma carta ao dirigente global da Enel protestando e denunciando a situação dos cerca de 10 mil moradores, entre eles duas mil crianças que sofrem as consequências da falta de energia.

Confira aqui a versão da carta em português.

Ocupação Douglas Rodrigues

As famílias estão instaladas em uma área particular de 50 mil metros quadrados, que pertence a um grupo de empresas que está com todos os bens bloqueados por ter uma dívida milionária junto à Fazenda Nacional, segundo a deputada Márcia Lia (PT), coordenadora da Frente Parlamentar em Defesa da Habitação, Reforma Urbana e Regularização Fundiária, da Assembleia Legislativa de São Paulo.

De acordo com a deputada, por meio de decreto, o então prefeito Fernando Haddad (PT) declarou a área Zona Especial de Interesse Social, onde só se pode fazer habitação social. O terreno já estava em processo de transferência para a União Federal quando o grupo pediu reintegração de posse e conseguiu indeferimento da transferência do imóvel pelo Juizado de Tatuapé.

Outras frentes de luta

Na sexta feira (16), os líderes da Ocupação Douglas Rodrigues receberam uma visita técnica de 10 profissionais da Enel, concessionária de energia do Governo do Estado. A visita foi acompanhada pela Secretaria de Gabiente Civil do Prefeito Ricardo Nunes.

De acordo com postagem no perfil do Facebook da ocupação, essa nova avaliação da Enel foi resultado de reunião promovida pelo Vereador Eduardo Sulplicy (PT) na última quarta feira com a presença de autoridades e o Presidente da Enel, Sr. Max Xavier Lins.

A Direção do *Movimento Independente de Luta Por Habitacao de Vila Maria* segue acionando as autoridades e todos os recursos de mobilização para garantir a instalação de rede de energia para todas as 2 mil famílias, direito negado por 8 anos a esses trabalhadores e suas famílias em pleno centro da maior cidade da América Latina”, diz a postagem.

 

 

 

 

 

 
 
 
Comentar
 
 
Compartilhar