• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

Atos Fora Bolsonaro acontecem em todas regiões do Brasil, neste domingo (31)

Pela segunda semana, o grito Fora Bolsonaro vai ecoar no país. Para CUT e movimentos sociais luta por vacina e empregos passa por impeachment e unidade em torno da luta por um país menos desigual

Publicado: 29 Janeiro, 2021 - 17h02 | Última modificação: 29 Janeiro, 2021 - 17h14

Escrito por: Érica Aragão

PT
notice

O grito Fora Bolsonaro vai ecoar em todas regiões do país no próximo domingo (31) em mais de 40 cidades brasileiras, para mais uma vez reivindicar, além do impeachment do governo de Jair Bolsonaro (ex-PSL), vacina para todos e todas de forma gratuita e universal, manutenção do auxílio emergencial e uma política de desenvolvimento com geração de emprego e renda, eixos principais das mobilizações pelo país.

Organizadas pelas Frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo, carreatas e bicicletadas estão previstas para acontecer de forma descentralizada. Em diversas cidades alguns protestos serão virtuais. Pela primeira vez, os atos no Brasil coincidem neste domingo com a mobilização do movimento Stop Bolsonaro, que acontecem em mais de 54 cidades de 15 países do mundo.

“É fundamental que a unidade política ultrapasse o que a gente tem hoje e essa mobilização pelo fim do governo Bolsonaro só cresça. A ideia é construir uma agenda nacional que olhe o país, a situação da pandemia, da crise econômica, de geração de emprego, por culpa de um governo incompetente, que não se preocupa com o povo, que não tem ações estratégicas. Por isso, não podemos ficar parados esperando, temos que agir e quanto mais gente nesta luta melhor”, diz o Diretor Executivo da CUT e um dos representantes da Central nas frentes, Milton dos Santos Rezende, o Miltinho.

É a segunda semana consecutiva que tem mobilização nacional pedindo a saída de Bolsonaro do poder, mas a defesa da vacina gratuita para todos e todas já e a manutenção do auxílio emergencial também são duas pautas que unificam o movimento.

Segundo Miltinho, os atos no domingo acontecem de formas diferentes em cada canto do país, já que a mobilização cresceu e ampliou para diversos segmentos da sociedade.

“Fizemos um plenária nacional esta semana com as frentes e elas foram reproduzidas em diversas cidades e de forma independente os movimentos foram decidindo por fazer carretas, atos virtuais ou até mesmo protestos presenciais com todos os cuidados possíveis. Quanto maior a iniciativa e mobilização mais fortalece o pedido do impeachment e ficaremos livres deste genocida para recompor o papel do Estado e discutir com a sociedade que país queremos”, ressaltou o dirigente.

Confira os locais dos atos

No Distrito Federal, a concentração será na Praça do Buriti e os organizadores do ato informam que os manifestantes podem ir de carro, moto ou bicicleta, a partir das 9 horas.

O Mato Grosso do Sul será a terceira carreata por Fora Bolsonaro. A concentração será na Avenida Noroeste, na lateral do Atacadão Costa e Silva, em Campo Grande.

Em São Paulo, Frentes Brasil Popular, Povo Sem Medo e movimento Acredito promovem nova carreata e bicicletada com concentração às 9h , na Praça Charles Miller, em frente ao estádio do Pacaembu.

Em Natal, a concentração é às 9h, em frente ao Parque da Cidade.

Em Aracajú (Sergipe), a carreta Fora Bolsonaro também vai reivindicar vacina Já e auxílio emergencial, na orlinha do Bairro Industrial | 9h

Haverá carreata em Porto Alegre neste domingo, às 10h, com saída no estacionamento do Beira-Rio.

Confira outras cidades, por região, onde haverá atos por Fora Bolsonaro:

NORTE

PA - Belém - Na Escadinha da Estação das Docas | 8h30

 NORDESTE

AL - Maceió - Estacionamento Jaraguá (em direção a Cruz das Almas) | 9h

BA - Feira de Santana - Feira da Cidade Nova | 8h

BA - Salvador - Calçada para Paripe (Muro da leste- subúrbio ferroviário) | 9h

CE - Fortaleza - Igreja de Santa Edwiges (Av. Leste Oeste) | 9h

PB - Campina Grande - Instituto São Vicente de Paulo, às margens do Açude Velho | 10h

PB - João Pessoa - Praça do Coqueiral, Mangabeira (em direção à Praia do Cabo Branco) | 9h

PI - Teresina - Centro Administrativo | 7h

RN - Natal - Parque da Cidade (Prolongamento da Av. Prudente de Morais) | 8h

SE - Aracaju - Orlinha do Bairro Industrial | 9h

CENTRO-OESTE

DF - Brasília - Praça do Cruzeiro, em direção a Esplanada dos Ministérios | 9h

SUDESTE

Minas Gerais

MG - Belo Horizonte - Av. Contorno | 10h

MG - Juiz de Fora - Faculdade Estácio de Sá | 9h

MG - Uberlândia - Anselmo Alves dos Santos (Portão de entrada do Parque do Sabiá) | 15h

MG - Teofilo Otoni - Av. Luís Boali | 9h

MG - Varginha - Alto da CEMIG | 10h

Rio de Janeiro

RJ - Duque de Caxias - Início da Av. Brigadeiro Lima e Silva, perto do espaço de alistamento militar | 9h

RJ - Niterói - Praça Leoni Ramos, próx. ao Reserva, entrada do Campus do Gragoatá/UF | 9h30

RJ - Nova Friburgo - Via Expressa, próx. ao CIEP | 9h

RJ - São João do Meriti -  Concentração na ciclovia indo até a Praça da Prefeitura | 9h

RJ - Rio de Janeiro - Av. Augusto Severo, entre Praça Paris e Feira da Glória | 10h

São Paulo

SP - Guarulhos - Concentração no Bom Clima, ao lado da Prefeitura | 9h

SP - Ilha Bela - Praça Alan Kardec, na Barra Velha até a Praça da Bandeira na Vila | 10h

SP - Osasco - SESI Piratininga | 8h30

SP - Ribeirão Preto - Rua Arthur de Jesus Campos, Avelino Palma - Ao lado do Campo de Futebol | 9h

SP - Santos - Sambódromo | 15h

SP - São Paulo - Praça Charles Miller, Estádio do Pacaembu | 9h

SUL

PR - Apucarana - UTFPR Campus Apucarana | 16h

PR - Cascavel - Clube Tuiuti | 9h

PR - Cianorte - Paço Municipal | 16h

PR - Colombo - Rua dos Antúrios, Monte Castelo | 14h

PR - Curitiba - Praça Nossa Senhora de Salette | 15h

PR - Foz do Iguaçu - Saída da Av. Tancredo Neves com Rua C | 9h

PR - Guarapuava - Fórum da Comarca de Guarapuava | 15h

PR - Maringá - Aeroporto Velho | 14h30

PR - Matinhos - Concentração no Restaurante Universitário ‐ Rua Jaguariaíva, esquina com a JK (em frente ao Super Rede) | 10h

PR - Pato Branco - Em frente ao antigo destaque (Zona Azul) | 14h30

PR - Paranaguá - Praça Tupi | 16h

PR- Paranavaí - Praça dos Pioneiros | 9 h

PR - Pinhais - Pracinha da Maria Antonieta | 13h

PR - Piraquara - Câmara de Vereadores | 13h

PR - Pitanga - Marginal da Rodovia PR 466 (Pitanguinha) | 14h

PR - Ponta Grossa - Lago de Olarias | 15h

PR - Sarandi - Praça dos Três Poderes - Av. Maringá, 1513 | 14h30

PR - Toledo - Parque Ecológico Diva Paim Barth | 14h

PR - Umuarama - Av. São Paulo, Praça do Japão | 10h

RS - Porto Alegre - Estacionamento ao lado do Beira-Rio | 10h

Fonte: Central de Mídia das Frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo

Mobilização continua depois do dia 31

Miltinho também lembra que as mobilizações não vão parar neste fim de semana, pelo contrário, tem uma agenda de lutas até o 8 de março (Dia Internacional da Mulher).

“Só vamos conseguir convencer o atual presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), ou seja ele quem for, devido às eleições que acontecerão na próxima semana, se houver muita mobilização de rua e o pedido de impedimento para parar este governo genocida. São mais de 50 impeachments no Congresso e é preciso colocar para votar, mas não podemos parar de lutar”, finalizou Miltinho.