• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

Artigo

É preciso cuidar de quem cuida!

Publicado: 12 Maio, 2020 - 00h00

Como reconhecimento da importância dos Profissionais de Enfermagem de todo o mundo, a Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou o ano de 2020 como o Ano Internacional da Enfermagem. Mas antes disso, o 12 de maio já tinha este significado: refletir a importância destes profissionais na vida de cada uma e cada um de nós.

Estes profissionais sempre foram vitais para nossa saúde e agora com a pandemia do novo coronavírus isso só ficou mais explícito.

O carinho que eles e elas proporcionam aos pacientes, em cada cuidado e medicação, supera até os remédios, tornando mais rápida e suave a melhora ou a cura dos pacientes. Não é porque estamos numa pandemia que eles merecem ser homenageados e louvados, isso devemos fazer sempre.

São estes profissionais que colocam, de fato, as suas vidas para que outras vidas sejam salvas e neste sentido é o que esta acontecendo hoje em função do corona vírus.  São eles que estão na linha de frente, que se contaminam e acabam morrendo, mas em nenhum momento nenhum deles recuou.

Pelo contrário, o amor que eles e elas têm pela profissão só aumentou, mas apesar do ato heroico de salvar vidas, precisamos lembrar que são seres humanos e é preciso cuidar de quem cuida.

É preciso condições dignas de trabalho para todos e todas, com garantia de Equipamentos de Proteção Individual (EPI), de qualidade e quantidade adequados, 30 horas de jornada de trabalho, com salários dignos, entre outras reivindicações da categoria que nunca são atendidas pelo setor público e privado.

Além disso, é fundamental que seja respeitado o isolamento social, primeiro porque é preciso reduzir a quantidade de vítimas, mas também para que se proteja estes profissionais, porque na medida que você diminuiu o número de pessoas contaminadas menos riscos eles correm.

Então você tem que exercitar esse gesto pela vida, sua, nossa e deles.  Ficando em casa você diminui os riscos, se protege e contribui para a valorização deste profissional de valor gigantesco.

#Fique em Casa e ajude a cobrar dos poderes públicos a valorização e condições dignas de trabalho para estes profissionais.

 

Paulo Cayres,

 

Presidente da Confederação Nacional dos Metalúrgicos (CNM)